CERE - Centro de Ensino e Recuperação do Entroncamento. Foto arquivo: CERE

“40 anos a criar memórias… Sonhos… realizações”, é o nome da exposição comemorativa do CERE (Centro de Ensino e Recuperação do Entroncamento) que vai estar patente na Galeria Municipal do Entroncamento entre os dias 10 e 22 setembro.

Com inauguração marcada para as 17h00 de sábado, dia 10 de setembro, a exposição visa dar a conhecer o trabalho desenvolvido pelo CERE, centro cujo primeiro passo no processo de criação foi dado em 1979 por um grupo de nove pessoas “com a finalidade de ser dada resposta à adaptação da criança diminuída intelectualmente ou fisicamente e à família em geral”, pelo que o CERE nasceu efetivamente em maio de 1980, fixando-se no edifício da Escola do Bairro Camões com a ajuda do município do Entroncamento.

A mostra vai assim estar patente até ao dia 22 de setembro, podendo ser visitada de terça-feira a domingo, entre as 15h00 e as 19h00.

“O CERE é uma instituição de sucesso, não é obra de um ou de outro, nem de uns poucos. Sucesso é obra de muitos, é fruto do trabalho coletivo, do espírito de união, do esforço conjunto”, lê-se em informação municipal.

Esta iniciativa insere-se assim na comemoração dos 40 anos de existência do CERE, que foram completados em 2020 mas que a pandemia não permitiu a sua celebração, pelo que as atividades comemorativas vão decorrer durante o ano 2022/2023, sob o mote “40 anos 40 atividades”.

Para já está também marcada para o dia 17 de setembro (sábado) uma caminhada inclusiva, com partida às 8h30, num percurso de sete quilómetros de dificuldade baixa/moderada.

A inscrição, cujo custo é de cinco euros, contemplando saco, t-shirt e água, deve ser feita através do email cere-unia@mail.telepac.pt ou do número 249717522.

Rafael Ascensão

Licenciado em Ciências da Comunicação e mestre em Jornalismo. Natural de Praia do Ribatejo, Vila Nova da Barquinha, mas com raízes e ligações beirãs, adora a escrita e o jornalismo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.