Câmara do Entroncamento aposta em cursos de formação superior ligados ao setor ferroviário. Foto: Arlindo Homem

A Câmara Municipal do Entroncamento aprovou por unanimidade em sessão do executivo um protocolo para o desenvolvimento de cursos técnicos superiores profissionais, com especial enfoque nas questões da ferrovia e da engenharia.

O protocolo, a celebrar entre o Município do Entroncamento, o Instituto Politécnico de Tomar, a Cooptécnica Gustave Eiffel, a Cooperativa de Ensino e Formação Técnico Profissional CRL, e a CP – Comboios de Portugal, é “mais um passo” na procura da autarquia entroncamentense para trazer para o concelho formações de nível superior “especialmente nas questões da ferrovia e da engenharia”, conforme admite Jorge Faria, presidente da CM Entroncamento.

Além das entidades envolvidas, está também em cima da mesa a entrada para esta parceria do Centro de Competências Ferroviário de Guifões (Porto).

O presidente da Câmara Municipal do Entroncamento refere ainda que este protocolo prevê que a autarquia possa vir a atribuir bolsas de estudo no âmbito dos regulamentos em vigor “em função dos cursos que venham a ser realizados”.

Ana Rita Cristóvão

Abrantina com uma costela maçaense, rumou a Lisboa para se formar em Jornalismo. Foi aí que descobriu a rádio e a magia de contar histórias ao ouvido. Acredita que com mais compreensão, abraços e chocolate o mundo seria um lugar mais feliz.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.