AHBVE e CERE celebram protocolo de cooperação para integrar jovens com deficiência na vida ativa. Foto: AHBVE

A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários do Entroncamento (AHBVE) e o Centro de Ensino e Recuperação do Entroncamento (CERE) assinaram um protocolo de cooperação que pretende integrar jovens com deficiência na vida ativa, em regime de voluntariado ou no mercado de trabalho.

A assinatura do protocolo de cooperação entre as duas entidades aconteceu esta quarta-feira, 28 de julho, no âmbito do Projeto Centro de Apoio à Vida Independente (CAVI). Com o objetivo de integrar os destinatários do CAVI do CERE na vida ativa, seja em regime de voluntariado seja no mercado de trabalho, neste caso na Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários do Entroncamento.

Em comunicado, a AHBVE explica que o protocolo permite a formação em serviços de lavandaria, colmatando, por um lado, uma dificuldade da associação, e aproveitando, por outro, a capacidade formadora do CERE através do programa CAVI.

“É uma iniciativa que envolve as duas associações num esforço de integração de jovens com deficiência, num trabalho meritório de inclusão”, refere ainda a AHBVE.

Ana Rita Cristóvão

Abrantina com uma costela maçaense, rumou a Lisboa para se formar em Jornalismo. Foi aí que descobriu a rádio e a magia de contar histórias ao ouvido. Acredita que com mais compreensão, abraços e chocolate o mundo seria um lugar mais feliz.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.