Entroncamento assinala Dia Municipal para a Igualdade de 24 a 27 de outubro. Foto ilustrativa: Unsplash

De modo a assinalar o Dia Municipal para a Igualdade, o Entroncamento vai promover diversas atividades em diferentes espaços da cidade, de 24 a 27 de outubro, “de forma a sensibilizar para o respeito pela igualdade”, e de modo a constituir “alicerces sólidos para tornar o município “exemplo de igualdade, diversidade e desenvolvimento”.

“Tendo em conta o lema ‘Iguais na Diferença’ pretende-se combater o estigma associado a esta temática, trabalhando todos os dias para uma mudança de mentalidades e para um concelho mais inclusivo através da participação cívica da comunidade”, refere-se em informação municipal.

Assim, na segunda-feira, dia 24 de outubro, será apresentada no Cineteatro São João a peça de teatro “Tempo de mudança”, pelo grupo Sonh´arte do CAO (Centro de atividades Ocupacionais do CERE), bem como será dinamizada uma ação pela Associação Igualdade.pt com os alunos/as dos cursos profissionais da Escola Secundária e da Escola Profissional Gustave Eiffel. No encerramento das atividades deste dia serão apresentados testemunhos “Histórias de Vida”.

Na segunda-feira será também divulgada uma mensagem por parte de Jorge Faria, presidente da Câmara Municipal, sobe a temática em causa.

Já nos dias 25 e 26 de outubro será realizada uma rubrica na Rádio Voz do Entroncamento subordinada ao tema “Participação Cívica, no caminho para a Igualdade“, a qual contará com a presença de elementos da Equipa para a Igualdade na Vida Local.

Em jeito de encerramento, no dia 27 de outubro, o auditório da Escola Dr. Ruy de Andrade acolhe a sessão “Somos Um, Iguais na Diferença”, dirigida aos alunos do 7.º ano, contando com a participação especial de Ana Simão e do Núcleo Distrital de Santarém da EAPN- Rede Europeia Anti-Pobreza.

Para esta iniciativa aliam-se ao município do Entroncamento as entidades parceiras do CERE (Centro de Ensino e Recuperação do Entroncamento), do Agrupamento de Escolas Cidade do Entroncamento, da Escola Profissional Gustave Eiffel, da Associação Igualdade.pt, da EAPN e do CLDS-4G.

Rafael Ascensão

Licenciado em Ciências da Comunicação e mestre em Jornalismo. Natural de Praia do Ribatejo, Vila Nova da Barquinha, mas com raízes e ligações beirãs, adora a escrita e o jornalismo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *