Centro Cultural Gil Vicente, em Sardoal. Foto: CMS

O Centro Cultural Gil Vicente acolhe, entre 4 e 6 de novembro, a iniciativa “Encontros Vicentinos do Sardoal – Gil Vicente, Outros Quinhentos”. A iniciativa contará com a presença de várias personalidades da área da cultura, como a atriz Maria do Céu Guerra ou o músico Chullage.

A ação, enquadrada pelo projeto “Caminhos Literários, nasce da ligação de Gil Vicente ao Sardoal e visa ser um encontro bienal dedicado à obra do primeiro dramaturgo português. Este encontro será uma oportunidade para criadores teatrais, académicos, especialistas, mediadores e o público interessado se encontrarem e partilharem os seus trabalhos.

Durante os dias 4, 5 e 6 de novembro será feita uma revisão dos últimos estudos sobre a obra de Gil Vicente e haverá oportunidade para se analisarem as ramificações e a presença da obra vicentina no teatro contemporâneo. Esta ação de três dias integra um conjunto diverso de atividades, incluindo debate, oficina, palestra e um concerto sobre a cultura musical ibérica no tempo de Gil Vicente.

Todas as iniciativas são de participação gratuita, sendo apenas necessário levantar bilhete para o espetáculo musical do último dia.


PROGRAMA

Sexta 4
14h30
Oficina: Texto e Voz em Gil Vicente
António Durães (Ator e professor de interpretação na ESEC)

17h30
Sessão de Abertura

18h00
Conferência-performance: A cultura musical no tempo de Gil Vicente
Paulo Estudante (Universidade de Coimbra)

Sábado 5
17h00
Debate: Os Contemporâneos de Gil Vicente
José Camões (Universidade de Lisboa) e José Alberto Ferreira (Universidade de Évora)
Moderação: Fernando M. Oliveira (TAGV – UC)

18h00
Mesa Redonda: Gil Vicente nosso contemporâneo.
A criação de espetáculos a partir da obra de Gil Vicente
António Durães – ator e professor de interpretação na ESEC
Maria do Céu Guerra – atriz
Chullage – rapper, músico
Moderação: Jorge Louraço Figueira

Domingo 6
18h00
Concerto: ŨA ENSELADA IBÉRICA. Conexões Poético-Musicais Peninsulares nos Sécs. XVI e XVII
Bando de Serunyo (Grupo de Música Antiga – Interpretação e investigação de música dos séculos XVI e XVIII)

A iniciativa insere-se no projeto “Caminhos Literários”, que resulta de uma candidatura conjunta apresentada pelos Municípios de Abrantes, Constância e Sardoal ao Programa Operacional Regional do Centro 2014-2020. O projeto, que explora os territórios ligados a António Botto, Camões e Gil Vicente, pretende disponibilizar o usufruto da arte em locais públicos e de acesso livre e trará a estes territórios vários espetáculos de música, artes visuais e cinema documental, entre outros.

Paula Mourato

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *