Ao fim de 20 anos, Joaquim Henriques deixa a Presidência do clube de Ferreira do Zêzere. Fábio Santos deverá suceder-lhe no cargo. Foto: DR

Ao fim de 20 anos como presidente do Sport Club Ferreira do Zêzere, Joaquim Henriques não se recandidata ao cargo. Para as eleições de 25 de junho apresenta-se uma única lista encabeçada por Fábio Santos, que já é diretor do clube há oito anos, nos últimos cinco mais ligado ao futsal.

Está a ser preparada para domingo, dia 26 de junho, pelas 15h00, uma festa de despedida ao presidente cessante. “Acho que é mais do que justo. O Joaquim fez uma obra tremenda”, considera o candidato a sucessor no cargo.

Com vista às eleições de sábado, dia 25 de junho, Fábio Santos criou o movimento “Por Um SCFZ Unido”, de modo a “inovar, dinamizar, projetar e alavancar ainda mais o nosso clube, unindo esforços e recursos em prol de um bem comum”.

O projeto foi “construído por uma equipa que une a juventude energética e a experiência calculista, pretendendo continuar a crescer nas suas diversas modalidades, no mapa distrital e nacional”.

Nas suas palavras, a lista congrega “malta nova” a que se juntaram alguns sócios recentes, procurando-se aproveitar a estrutura já montada no futsal.

Tendo por base o slogan “Por Um SCFZ Unido”, o objetivo é “impulsionar o clube para um patamar profissional em todas as vertentes” e “dar uma nova vitalidade ao clube”.

Fundado em 1935, o Sport Club Ferreira do Zêzere movimenta cerca de 300 atletas de várias modalidades e diferentes escalões, tendo conquistado este ano no futsal a subida à 1ª divisão nacional da modalidade.

Para o início de julho está prevista uma cerimónia de tomada de posse, ainda sem data marcada, na qual será dada a conhecer a nova equipa dirigente do clube para os próximos dois anos.

Lista única candidata às eleições:

José Gaio

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.