Águas do Vale do Tejo remodela estação de tratamento de esgotos em Gavião. Foto: DR

O PCP acusou hoje a Câmara de Gavião (PS), no distrito de Portalegre, de não assegurar aos funcionários municipais medidas de segurança e material de proteção individual contra a covid-19, mas o autarca refuta as acusações.

Numa nota enviada à agência Lusa, a Direção Organização Regional de Portalegre (DORPOR) do PCP denuncia que os trabalhadores exercem as suas funções “sem estarem asseguradas” as necessárias medidas de segurança e proteção individual, nomeadamente nas viaturas municipais em que “é visível o desrespeito” pelo distanciamento social.

“Também se verifica que os trabalhadores municipais exercem as suas funções na rua sem utilizarem equipamentos de proteção individual”, denunciam os comunistas.

Para o PCP, o município de Gavião “tem obrigação” de proteger os seus trabalhadores e como entidade pública “tem responsabilidades acrescidas” na proteção civil do território que gere.

“É inaceitável que não cumpra as responsabilidades que lhe incumbem como entidade empregadora”, lamentam os comunistas.

Contactado pela Lusa, o presidente do município de Gavião, o socialista José Pio, refutou as acusações, acusando o PCP de estar a “mentir”.

No entanto, José Pio reconheceu que “há um ou outro” trabalhador do município que não cumpre as diretrizes sanitárias, escusando-se a utilizar os equipamentos de proteção individual.

“Há um funcionário que anda na rua, no lixo, que já veio ter comigo a dizer que se utilizar máscara morre. Eu já lhe disse que é uma responsabilidade exclusivamente dele, nós temos as máscaras, temos os fatos e as luvas em armazém, só tem que requisitar”, disse.

Segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS), no Alentejo, há 201 casos de infeção confirmados e registo de um morto associado à covid-19.

Portugal contabiliza 948 mortos associados à covid-19 em 24.322 casos confirmados de infeção, segundo o boletim diário da DGS sobre a pandemia divulgado hoje.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 211 mil mortos e infetou mais de três milhões de pessoas em 193 países e territórios.

Agência Lusa

Agência de Notícias de Portugal

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.