Equipa da Brigada Mecanizada apoia rastreios epidemiológicos do SNS. Foto: Brig Mec

No âmbito da prevenção e combate à pandemia COVID-19, a Brigada Mecanizada, instalada em Santa Margarida, Constância, reforçou esta semana as equipas militares de rastreio epidemiológico em apoio ao Serviço Nacional de Saúde.

Estes militares têm como missão acompanhar o isolamento de pessoas infetadas e contribuir para a quebra de cadeias de transmissão, apoiando as Administrações Regionais de Saúde e respetivos Agrupamentos de Centros de Saúde na realização de inquéritos epidemiológicos, rastreio de contactos e seguimento de pessoas em vigilância ativa.

Trata-se de uma das 19 equipas, compostas por um total de 265 militares da Marinha, do Exército e da Força Aérea, que estão a colaborar com as autoridades de saúde pública na realização de rastreios epidemiológicos em todo o país, sendo que, atualmente, estão a operar 12, com 209 militares, deu conta o gabinete do secretário de Estado da Defesa Nacional, em comunicado enviado à agência Lusa.

Brigada Mecanizada apoia rastreios epidemiológicos do SNS. Foto: Brig Mec

c/LUSA

Mário Rui Fonseca

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.