Creche e Jardim de Infância "O Pinheirinho" na Sertã. Foto: DR

Foi detetado um caso positivo de covid-19 numa criança do Jardim-de-Infância “O Pinheirinho”, valência da Santa Casa da Misericórdia da Sertã, situação que levou ao encerramento do Jardim-de-Infância e da creche e obriga ao confinamento de cerca de 230 pessoas, incluindo as colaboradoras.

Na sequência deste caso, detetado na sexta-feira, a Delegada de Saúde Pública do Agrupamento de Centros de Saúde do Pinhal Interior Sul, Manuela Vaz, “entendeu por bem” encerrar o Jardim-de-Infância e a creche, ao mesmo tempo que ordenou a realização de testes a todas as crianças e funcionárias, confirma o Provedor da Misericórdia.

Tavares Fernandes adianta que, se os testes derem resultados negativos, há condições para que os serviços reabram na quarta-feira, dia 23 de junho. Os testes realizados no dia 15 a todas as colaboradoras daquelas valências não tinham detetado quaisquer casos positivos de Covid-19.

O encerramento do Jardim-de-Infância e da creche “O Pinheirinho” obriga ao confinamento de cerca de 230 pessoas, incluindo as colaboradoras. Nesta altura, o Provedor mostra-se confiante de que os testes venham negativos, mas ao mesmo tempo desgastado com a situação.

“Isto assim é muito complicado trabalhar nestes moldes, mas pronto, são as regras e temos de cumpri-las”, desabafa o Provedor.

José Gaio

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.