Casa Memória de Camões, em Constância. Foto: mediotejo.net

Entre o cair das folhas e a chegada do inverno, o outono é época de inspiração para variados poetas e estará em foco na tertúlia de poesia da Casa-Memória de Camões, no próximo dia 17 de novembro. Com entrada livre, os participantes são convidados a escolher um poema sobre o outono, ou vários, e a dizê-los.

“O outono é, por certo, das quatro estações do ano, a que suscita impressões mais contraditórias, desde o sentimento de decrepitude que anuncia o invernar da natureza até ao enaltecimento da luminosidade ímpar e do especial colorido dos dias outonais. Há, digamos assim, diferentes imaginários de outono”, pode ler-se em comunicado assinado pelo presidente da Associação Casa-Memória Camões, António Matias Coelho.

É neste contexto, e após mais de ano e meio sem atividades presenciais, que a Casa-Memória de Camões volta a abrir portas para o regresso das tradicionais tertúlias de poesia, à terceira quarta-feira do mês.

A próxima vai ser já no próximo dia 17 de novembro, pelas 21h00, sob o tema “Imaginários de outono”. Com entrada livre, os participantes são convidados a escolher um poema, ou vários, e a dizê-los num “encontro de amigos” em que, refere a associação, o mais importante é “passar em convívio um agradável serão de outono”.

Ana Rita Cristóvão

Abrantina com uma costela maçaense, rumou a Lisboa para se formar em Jornalismo. Foi aí que descobriu a rádio e a magia de contar histórias ao ouvido. Acredita que com mais compreensão, abraços e chocolate o mundo seria um lugar mais feliz.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *