TINTINNABVLVM atuam sábadi, dia 1 de outubro, no jardim horto de Camões. Foto: DR

Numa organização da CICO – Centro Internacional do Carrilhão e do Órgão, o Dia Mundial da Música vai ser assinalado em Constância com uma atividade em cada sábado do mês de outubro. O primeiro concerto será com os TINTINNABVLVM, no sábado, dia 1 de outubro, às 17h00, no Jardim-Horto de Camões.

Este evento tem como objetivo “despertar a atenção dos melómanos para as peculiaridades de Constância e para a capacidade que esta possui de se afirmar como um local estratégico na valorização do carrilhão, do órgão e também da música tradicional e da música medieval e renascentista”, avança a organização.

Recorde-se que em Constância está sedeado o maior e mais pesado carrilhão do mundo, o Carrilhão Lvsitanvs, que tem merecido “excelentes opiniões tanto pela sua estética como pela sua conceção e sonoridade. Este instrumento que faz as delícias de quem o ouve, vai despertando também, e em simultâneo, expectativas e desejos de novas experiências na área da musicalidade”, lê-se em nota de imprensa enviada às redações.

É exemplo o concerto com o uso de faixas sonoras pré-gravadas a acompanhar o som acústico do Carrilhão Lvsitanvs: DISCO-CARILLON ( que terá lugar a 15 outubro, no Largo Cabral Moncada, às 18h00).

Mas os concertos arrancam com TINTINNABVLVM, no dia 1 de outubro, às 17h00, no Jardim-Horto de Camões. Trata-se de um grupo de música Neo-Medieval e Neo-Renascentista integrado por professores, alunos e ex-alunos da Escola de Música da CICO, que tem dedicado a sua atenção à música medieval e renascentista, incluindo também a declamação musicada de poemas sefarditas, renascentistas e de autores portugueses ligados à Vila Poema, tais como Luiz de Camões e Alexandre O’Neill.

Segue-se PVGNA TAGI, a 8 de outubro, na Casa-Memória de Camões, às 18h00. Falamos do mais recente projeto da CICO – um grupo de música tradicional composto por professores, alunos, ex-alunos e amigos da CICO que se juntaram com um propósito comum: recolher, preservar, valorizar e divulgar o património cultural imaterial, em particular, do concelho de Constância.

Na Igreja Matriz de Constância, encontra-se uma relíquia de índole cultural, o Órgão Histórico de Constância. Instalado no coro alto da Igreja, data de 1827 e é da autoria do organeiro António Xavier Machado e Cerveira, uma das figuras cimeiras da organaria portuguesa. Ana Elisas toca o Órgão, no dia 22 de outubro, às 16h00.

‘O filme documentário ‘Por quem os sinos tocam”, tem exibição no dia 29 de outubro, às 21h30, no Cineteatro Municipal. O filme foi produzido pela Até ao Fim do Mundo e realizado por Pedro Ramalho Marques, conta a história da família Elias, dona do maior carrilhão itinerante do mundo, o ”Carrilhão Lvsitanvs”, idealizado pelo pai Alberto e tocado pelas filhas Ana e Sara. Este é um filme sobre o poder da família, da música e do amor.

Paula Mourato

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *