Colónia Balnear da Nazaré. Foto arquivo: mediotejo.net

Desgastados com o tempo que está a demorar a aprovação do projeto para requalificação da Colónia Balnear da Nazaré, os autarcas da Associação de Municípios do Vale do Tejo (AMVT), solicitaram uma reunião ao presidente da Câmara da Nazaré, com caráter de urgência, para “tentar perceber o que é que não se passa”, revelou o presidente do Conselho Diretivo daquela associação, Paulo Queimado, durante a reunião da Câmara da Chamusca no dia 6 de maio.

Os autarcas dos 19 municípios que constituem a AMVT (Abrantes, Alcanena, Almeirim, Alpiarça, Benavente, Cartaxo, Chamusca, Coruche, Entroncamento, Ferreira do Zêzere, Golegã, Mação, Ourém, Rio maior, Salvaterra de magos, Santarém, Sardoal, Tomar e Torres Novas) reuniram em Assembleia Geral no dia 29 de abril para aprovar as contas de 2021 e analisar o principal assunto que os preocupa, que é a situação da Colónia Balnear da Nazaré.

O autarca da Chamusca deu conta dos problemas que os serviços da AMVT tiveram em carregar os documentos do processo na nova plataforma da autarquia Nazarena, uma vez que esta não autorizou que fosse entregue em papel.

Depois desse problema, a AMVT pediu esclarecimentos sobre um parecer jurídico onde se questiona a figura jurídica e o papel da Associação de Municípios para ser detentora de uma infraestrutura como a Colónia Balnear, não como unidade hoteleira, mas com fins sociais, para campos de férias e para os seniores.

“É inadmissível uma situação destas”, criticou o autarca da Chamusca sobre o atraso no processo e os problemas levantados, questionando “se é apenas uma questão de procedimento ou se há aqui outra coisa qualquer”.

A reunião da AMVT com o autarca da Nazaré está marcada para sexta feira, dia 13 de maio, e nela vão participar o presidente do Conselho Diretivo, Paulo Queimado, o presidente da Assembleia Intermunicipal, Miguel Borges, e os presidentes das Comunidades Intermunicipais da Lezíria do Tejo e do Médio Tejo, Pedro Ribeiro e Anabela Freitas, respetivamente.

José Gaio

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

Entre na conversa

2 Comentários

  1. Mas pelo que posso deduzir da noticia, parece que a AMVT terá apresentado um projecto à CM Nazaré. E afinal do que é que consta o projecto? O mesmo terá condições para aser apoiado pela BAZOOKA ou outro instrumento qualquer?

  2. Pelo que posso deduzir da noticia, afinal a AMVT terá apresentado um projecto para reabilitação da Colónia Balnear da Nazaré `a CM da Nazaré. E o que é que consta do projecto? Qualo o orçamento previsto? E meios financeiros para a sua execução? Aguardemos…

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *