Ulme acolhe 'Festa na Aldeia' nos dias 2 e 3 de julho. Foto: Nico Hermann

A Freguesia de Ulme, na Chamusca, vai acolher este fim de semana a iniciativa ‘Há Festa na Aldeia’, uma aposta na promoção, preservação e participação comunitária na partilha de vivências baseadas nos saberes e cujas atividades vão girar em torno de jogos tradicionais, passeios de bicicleta, teatro, contos, artesanato, música e exposições, entre outras.

Projeto de desenvolvimento rural dinamizado pela ATA – Associação de Turismo de Aldeia, em parceria com as Associações de Desenvolvimento Local, o “Há Festa na Aldeia” assenta a sua estratégia “na teoria da mudança, um processo que propõe a dinamização dos lugares através dos seus habitantes, contrariando a tendência de promoção turística desincorporada da sua gente, associações locais e municípios”, explica a organização. Isso mesmo vai ser posto em prática em Ulme, no concelho da Chamusca, nos dias 2 e 3 de julho.

Ao tradicional, a organização junta “temperos novos, contemporâneos, que lhe conferem um sabor mais fresco, renovado”. Deste modo, cumpre-se o objetivo de “reforçar economicamente estas regiões, promover o emprego e a competitividade da região, desenvolver o turismo e melhorar os serviços sociais e culturais, sempre com foco na valorização dos patrimónios rural, natural e paisagístico”.

A iniciativa tem o apoio da Junta de Freguesia, do Município da Chamusca e da ATA – Associação turismo Aldeia e envolve a participação do movimento associativo da freguesia.

Programa:

Sábado – Dia 2

Descida Carrinhos Rolamentos

Passeio com teatro

Bezourinhos del Ferdinand

Domingo – Dia 3

Passeio Bicicleta

Hora do conto

João Ferreira

Trio Pica Cebolas

Permanente:

Exposição casinhas madeira

Artesanato

Estendal de memórias

Jogos tradicionais

José Gaio

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.