A Santa Casa da Misericórdia foi uma instituições apoiadas. Foto: CM Chamusca

O Município da Chamusca e a União de Freguesias da Chamusca e Pinheiro Grande já assinaram o auto de transferência de competências que tem efeitos a partir de 1 de janeiro de 2021 e envolve um envelope financeiro de 271.571,14 euros anuais a transferir para aquela junta.

As competências que passam da Câmara para a Junta têm a ver com a Gestão de Manutenção de Espaços Verdes (à exceção do Parque Municipal, espaço verde em frente aos Paços do Concelho, espaço verde em frente ao antigo Centro Regional de Artesanato, e espaço verde do Largo 25 de Abril), a limpeza das vias e espaços públicos, sarjetas e sumidouros, bem como a manutenção, reparação e substituição do mobiliário urbano instalado no espaço público da freguesia, com exceção daquele que seja objeto de concessão.

Constam ainda do “pacote”, a realização de pequenas reparações nos estabelecimentos de edução pré-escolar e do primeiro ciclo do ensino básico (à exceção do Centro Escolar da Chamusca que se encontra em período de garantia) e a manutenção dos espaços envolventes dos estabelecimentos de edução pré-escolar e do primeiro ciclo do ensino básico (à exceção do Centro Escolar da Chamusca).

O documento foi assinado pelo Presidente da Câmara, Paulo Queimado, e pelo Presidente da União de Freguesias da Chamusca e Pinheiro Grande, Rui Miguel Martinho.

José Gaio

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.