Pela aldeia de Cem Soldos passaram mais em 2022 de 30 mil festivaleiros ao longo dos dias do festival Bons Sons. Foto: Luís Ribeiro/mediotejo.net

Dezenas de festivais portugueses, entre eles o Bons Sons (Tomar), o Festival Vapor: A Steampunk Circus (Entroncamento) e o Festival Rock na Vila (Vila de Rei), estão entre os nomeados na 7.ª edição dos Iberian Festival Awards (Prémios dos Festivais Ibéricos), que contam com uma nova categoria, entre as mais de 20, e cujos vencedores são anunciados em março na Maia.

De acordo com informação divulgada pela organização dos prémios, nesta edição, os nomeados estão distribuídos por 23 categorias, às quais se juntam dois prémios Excelência, um dos quais distingue uma entidade e outro uma personalidade.

Em algumas categorias os vencedores são escolhidos por um júri e, noutras, como Melhor Grande Festival, Melhor Festival de Médio Formato, Melhor Festival de Pequeno Formato e Melhor Novo Festival, pelo público. Este ano, será atribuída pela primeira vez uma distinção de Contribuição para a Igualdade, cujo vencedor será escolhido por um júri.

Serão atribuídos prémios, entre outros, ao Melhor Cartaz, Melhor Festival ‘Indoor’ (em recinto coberto), Contribuição para a Sustentabilidade, Melhor Atuação Internacional, Melhor Uso da Tecnologia e Melhor Festividade.

Na categoria de Melhor Grande Festival estão nomeados os portugueses Festival Músicas do Mundo (Sines), MEO Kalorama (Lisboa), North Music Festival (Porto), Rock in Rio Lisboa e Viana Bate Forte (Viana do Castelo).

Além destes, entre as dezenas de festivais portugueses nomeados, alguns em mais do que uma categoria, estão também Bons Sons (Tomar), Authentica (Braga), Festival N2 (Chaves) e EA Live (Évora).

Promovidos pela Associação Portuguesa de Festivais de Música, os Iberian Festival Awards visam distinguir os melhores festivais que se realizam em Portugal e Espanha.

A cerimónia de entrega dos premiados da 7.ª edição dos Iberian Festival Awards está marcada para 11 de março de 2023, na Maia, no âmbito do Talkfest – Internacional Music Festivals Fórum, que decorre entre 11 e 17 de março, naquela cidade do distrito do Porto e em Lisboa.

c/LUSA

Mário Rui Fonseca

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *