Avaria na Estação de Tratamento de Águas de Póvoa e Meadas, em Castelo de Vide, ficou resolvida na tarde desta terça-feira. Foto: DR

A avaria numa estação de tratamento de águas de Póvoa e Meadas, que poderia ter causado perturbações no abastecimento em sete concelhos do distrito de Portalegre, entre eles Gavião e Ponte de Sor, está resolvida, disse hoje fonte da empresa Águas do Vale do Tejo.

Segundo disse a mesma fonte à agência Lusa, o problema na avaria ficou solucionado “por volta das 16:00”.

A empresa Águas do Vale do Tejo havia alertado na segunda-feira que poderiam ocorrer perturbações no abastecimento em sete dos 15 municípios do distrito de Portalegre, nomeadamente em Gavião e Ponte de Sor, na sequência de uma avaria numa estação de tratamento de águas.

Em comunicado enviado à agência Lusa, a empresa deu conta de uma avaria nos equipamentos de captação de água associados à Estação de Tratamento de Águas (ETA) de Póvoa e Meadas, no concelho de Castelo de Vide, encontrando-se “condicionada” a sua capacidade de produção.

“Não obstante a Águas do Vale do Tejo ter desenvolvido, de imediato, todos os esforços para a rápida resolução da avaria, esta não se encontra ainda regularizada, pelo que alertamos para eventuais perturbações no abastecimento aos municípios de Gavião, Nisa, Crato, Alter do Chão, Fronteira, Ponte de Sôr e Avis”, pode ler-se no documento.

A empresa assegura que está a “acompanhar” a situação, esperando a “rápida resolução” da avaria existente.

“Lamentamos os incómodos e agradecemos, desde já, a colaboração dos municípios, nomeadamente na suspensão de todos os consumos não essenciais e na articulação com os nossos serviços operacionais”, pode ler-se ainda no comunicado. A situação foi ultrapassada na tarde desta terça-feira.

Agência Lusa

Agência de Notícias de Portugal

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.