Caso inédito na região do Médio Tejo, o concelho de Vila Nova da Barquinha é o único onde concorrem mais mulheres do que homens à Presidência da Câmara.

O jornal digital mediotejo.net em parceria com a Rádio Antena Livre promoveu, no dia 21 no Centro Cultural, um debate público entre os três candidatos: Cláudia Ferreira (PSD-CDS), Maria João Gonçalves (CDU) e Fernando Freire (PS), este último, atual Presidente da Câmara onde o PS detém maioria.

Para Maria João Gonçalves (CDU), professora, de 38 anos, esta é a primeira vez que se envolve em eleições autárquicas. Reside na Praia do Ribatejo e leciona no vizinho concelho de Constância. É escritora e tem dois filhos. Pertence à mesa da assembleia geral da Associação de Bem Estar Social das Madeiras. Apresenta-se como candidata por dever cívico e com o objetivo de “melhorar o que está bem e alterar o que está mal” no concelho. Gostava que os seus filhos continuassem a viver e a crescer aqui. Para si a CDU corporiza a resposta às necessidades da população e é um “fator inigualável de credibilidade e seriedade” e “um espaço de participação democrática e esperança reforçada”.

Maria João Gonçalves (CDU) e Fernando Freire (PS) (Foto: mediotejo.net)

Nas anteriores eleições, candidata à Assembleia de Freguesia de Tancos, onde reside, Cláudia Ferreira (PSD-CDS), 45 anos, é educadora de infância depois de ter sido sargento no Exército durante 10 anos. É sobretudo com base na sua experiência e dedicação ao movimento associativo que apresenta as suas ideias como candidata onde a educação, a cultura e o ambiente são prioridades. A sua candidatura surgiu de um convite e tem por objetivo melhorar as condições de vida das populações sobretudo das freguesias mais afastadas da sede do Município que na sua opinião têm sido mais esquecidas.

Mais veterano na vida política, Fernando Freire (PS), advogado, 57 anos, foi vereador da Cultura entre 2009 e 2013, data em que passou a ocupar o cargo de presidente da Câmara Municipal. A sua candidatura “nasce naturalmente” tendo em conta o seu percurso na autarquia. Argumenta com o trabalho feito quer como Vereador quer como Presidente e também com os 4 milhões de euros em projetos financiados para serem executados no próximo mandato. “Faria todo o sentido continuar este projeto”, proclama

No tema ambiente, a candidata da CDU afirma ser uma prioridade e denuncia ainda existirem esgotos a céu aberto e o problema da poluição do rio Tejo, bem como o potencial que representa o castelo de Almourol, ligando o tema ao turismo e à economia. Aspeto que na sua opinião importa melhorar é a sinalética.

Dezenas de pessoas assistiram ao debate (Foto: mediotejo.net)

O recandidato Fernando Freire começa por anunciar a instalação para breve de um posto de carregamento de veículos elétricos. Concluída a ETAR da Praia do Ribatejo, o objetivo é avançar para a ETAR de Tancos, ao mesmo tempo que informa sobre o investimento de 1 milhão e 300 mil euros na rede de saneamento da Praia do Ribatejo, após o que o concelho fica com 97 por cento de cobertura, um dos melhores rácios a nível nacional,

O candidato do PS aborda ainda a recolha de resíduos e refere a sua luta em defesa do rio Tejo participando em todas as manifestações onde os outros candidatos têm primado pela ausência. Cita Fernando Pessoa: pelo Tejo se vai para o mundo.

Cláudia Ferreira (PSD-CDS) (Foto: mediotejo.net)

Cláudia Ferreira (PSD/CDS-PP) diz que o ambiente é também um dos pilares do seu programa eleitoral até porque constata haver esgotos a correrem da ETAR de Tancos para o Tejo. Refere a necessidade de desassoreamento do rio e o escasso caudal do rio. Saneamento básico das Limeiras e o tratamento de esgotos de várias localidades é para a candidata uma prioridade. Realça a riqueza que representa o rio por exemplo a nível de desportos náuticos. Melhorar os acessos ao rio é uma das suas propostas.

Quanto ao tema turismo, Fernando Freire (PS) destaca o ícone do Médio Tejo que é o castelo de Almourol e o intenso movimento turístico que traz. Revela que já existem mais de 120 camas no concelho e que a capacidade hoteleira tem vindo a aumentar. O candidato socialista realça a importância e a prioridade de uma nova ponte sobre o rio Tejo, lembrando que a ponte da Praia do Ribatejo é da responsabilidade dos municípios de VN Barquinha e de Constância. Quanto à reativação da base aérea diz que “está bem encaminhada”.

Neste ponto, Maria João Gonçalves (CDU) realça a importância da criação de empregos e de roteiros turísticos sendo necessária, na sua opinião, uma boa rede de transportes e a ligação de Tancos à A23.

Também a candidata da direita propõe um protocolo para a criação de transportes urbanos uma vez que os transportes públicos só funcionam durante os períodos letivos.

Cláudia Ferreira (PSD-CDS) realça as igrejas matrizes de Atalaia e de Tancos, entre outro património que importa valorizar. Na sua opinião o Convento do Loreto urge ser recuperado, mas Fernando Freire lembra que se trata de património do Exército e que este não autorizou a autarquia a apresentar uma candidatura para recuperação daquele património.

Os três candidatos reconhecem a necessidade urgente de uma nova travessia sobre o rio Tejo.

O debate decorreu no auditório do centro cultural (Foto: mediotejo.net)

Sobre os transportes, o candidato do PS lembra que existe em funcionamento o transporte a pedido.

Cultura e educação foram os dois temas seguintes. O candidato do PS destaca a “revolução” que foi feita no parque escolar, e discrimina a atividade que a Câmara tem desenvolvido na área da cultura, sem qualquer apoio do governo central. Termina elencando os vários projetos em vias de concretização naquelas duas áreas.

Como dirigentes associativas, Maria João Gonçalves (CDU) e Cláudia Ferreira (PSD-CDS) defendem um maior apoio ao associativismo, que deve ser mais transparente. As duas candidatas lamentam o fecho de escolas e defendem a igualdade de oportunidades para todas as crianças do concelho bem como a valorização do papel dos professores e educadores de infância.

Construir um novo jardim de infância na vila e rever a carta educativa são alguns dos objetivos anunciados pelo candidato do PS.

Quanto à situação financeira do Município, Fernando Freire diz que as contas da autarquia “estão bem e recomendam-se”. VN Barquinha foi um dos 52 municípios que saiu do plano de reajustamento, destaca o candidato referindo que o Município tem 20 milhões de euros em património e que o prazo médio de pagamento aos fornecedores é de 30 dias.

Para o próximo mandato, emprego e atração de empresas são as prioridades para o candidato socialista.

Maria João Gonçalves (CDU) preconiza que a Câmara deve facilitar a implantação de empresas e aumentar a qualidade de vida das populações. O Município reduziu a dívida mas não tem feito investimento, segundo a candidata comunista.

Cláudia Ferreira (PSD-CDS) valoriza a situação económica das famílias e defende a redução do IMI. Considera também importante a implantação de novas empresas por exemplo reduzindo o preço dos terrenos no parque empresarial.

O tema da descentralização de competências foi mais consensual entre os três candidatos em que todos concordam desde que seja acompanhada pelo respetivo envelope financeiro e que se garantam as condições de que essas competências são bem desenvolvidas.

O debate terminou com o apelo ao voto por parte de cada um dos candidatos. Maria João Gonçalves (CDU) apresenta argumentos um pouco mais genéricos com base no trabalho que outras autarquias comunistas fazem no país.

Fernando Freire (PS) argumenta com o trabalho feito, a equipa e o programa que apresenta bem como a experiência e competência demonstradas.

Cláudia Ferreira (PSD-CDS) depois de realçar a equipa jovem que a acompanha, reforça a ideia da coligação a remar para a mesma direção em prol da melhoria da qualidade de vida das populações de todas as Freguesias.

José Gaio

Ganhou o “bichinho” do jornalismo quando, no início dos anos 80, começou a trabalhar como compositor numa tipografia em Tomar. Caractere a caractere, manualmente ou na velha Linotype, alinhavava palavras que davam corpo a jornais e livros. Desde então e em vários projetos esteve sempre ligado ao jornalismo, paixão que lhe corre nas veias.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.