Gonçalo Reis, João Bento, Pedro Guia e Miguel Bento (esq.-dirt) Foto: mediotejo.net

Depois de apresentar os candidatos à Câmara Municipal, Assembleia Municipal e às duas freguesias urbanas de Torres Novas, o CDS torrejano anuncia em comunicado que também vai estar nas listas às freguesias de Olaia-Paço, Chancelaria e Riachos. Encabeçam, por ordem, Marília Jorge, Alexandra Oliveira e Sandra Amora.

Depois de vários anos a concorrer ao lado do PSD, o CDS apresentou-se sozinho na corrida às autárquicas de 1 de outubro, com Miguel Bento a encabeçar a candidatura à Câmara Municipal. Gonçalo Reis é o cabeça de lista à Assembleia Municipal, acumulando como candidato à união das freguesias de Santa Maria Salvador e Santiago. À segunda freguesia urbana, de São Pedro, Lapas e Ribeira Branca, concorre Pedro Guia, como independente.

O CDS apresenta agora, por comunicado de imprensa, os candidatos a mais três freguesias, todos como independentes. Para a união de Olaia e Paço é indicado o nome de Marília Jorge. Em Chancelaria surge Alexandra Oliveira. Riachos terá como candidata Sandra Amora.

“Conforme havíamos referido no início do nosso percurso eleitoral, o CDS apresenta-se a
estas eleições com uma abertura transversal à sociedade e sem complexos ideológicos, sendo a sua lista composta por elementos “da direita à esquerda”, pondo em primeiro lugar o Concelho de Torres Novas”, afirma o texto.

“Mais do que mostrar que somos candidatos a muitos órgãos, queremos acompanhar de
perto o trabalho dos candidatos e conferir às candidaturas o apoio que estas necessitem, no sentido de conferir credibilidade às mesmas. Não deixaremos de estar atentos e de apresentar propostas no que concerne às restantes Freguesias”, continua.

“Na verdade e sem arrogância, podemos dizer que somos a única força política, em Torres
Novas, que apresentou, até à presente data, as linhas gerais do programa e divulgou várias propostas concretas para a Cidade de Torres Novas”, frisa.

Cláudia Gameiro

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.