A candidatura “Acreditar em Tomar” (PSD) inaugurou na segunda feira, dia 4 de setembro, a sua sede de campanha autárquica, que funciona nas antigas instalações do Tribunal do Trabalho  junto ao Largo do Pelourinho e à Av. Marquês de Tomar. De acordo com uma nota de imprensa, na mesma sessão e perante uma sala repleta de apoiantes, foi apresentado o programa eleitoral do PSD para a Câmara Municipal de Tomar

Abriu a série de intervenções o mandatário da candidatura, Pires da Silva que – mais uma vez – homenageou Luís Boavida, candidato que teve de abdicar devido a um problema de saúde.

Sede de Campanha fica localizada junto ao Largo do Pelourinho e à Av. Marquês de Tomar Foto: PSD

Pires da Silva destacou a importância da verdade na política, o empenho desta candidatura e os contratempos que teve e conseguiu ultrapassar. João Tenreiro, vereador, Presidente da Comissão Política de Secção e candidato à Assembleia Municipal, começou por fazer uma breve análise daquela que considera ser uma  “gestão fracassada, sem plano e sem estratégia” da governação PS/CDU para o Concelho. Aproveitou para resumir a atividade do PSD na vereação destacando o trabalho desde que tomou posse em 2013 lembrando todas as pessoas que com ele integraram a vereação social democrata.

Relembrou ainda alguns projetos apresentados pelo PS e que não foram concretizados nomeadamente o parque tecnológico e a incubadora de empresas no campo de futebol do IPT, que não passaram de promessas vãs. Neste ponto falou ainda do fracasso da gestão do parque empresarial de Tomar e do falhanço na propalada captação de empresas e criação de emprego.

A falta de uma estratégia para o centro histórico e a ausência de um plano municipal de turismo foram outras críticas feitas por João Tenreiro. Esse plano poderia potenciar muitos eventos que à última da hora estão a ser organizados, sem estratégia e de forma casuística.

Lamentou  João Tenreiro que o Município descesse no índice de transparência, sinónimo de que a gestão camarária está cada vez menos próxima dos cidadãos. Depois de falar da “vergonhosa” alteração ao estatuto do Provedor do Munícipe, terminou deixando uma mensagem de mobilização e de confiança na vitória.

Coube ao candidato à Câmara Municipal de Tomar, José Delgado, apresentar o programa que, resumidamente, se traduz na mudança do concelho “num local onde seja bom Viver, Estudar, Trabalhar e Visitar”. “Temos um projeto ambicioso e credível que assenta nas pessoas e famílias, onde os Tomarenses se revejam, tenham oportunidade de participar e encontrem motivos para ter esperança”, anunciou José Delgado, que está acompanhado por “uma equipa forte e unida, baseada na competência, conhecimento, trabalho eficaz e determinação que irá dar um novo futuro a Tomar, criando mais riqueza, mais emprego e mais justiça social”.

Foram muitos os que marcaram presença nesta sessão Foto: PSD

“Apostamos não só na beleza do nosso concelho, sua cultura e património, mas também nas suas gentes e na nossa capacidade para atrair e fixar pessoas e empresas. Assumimos o compromisso de fazer uma gestão transparente, participada, séria e honesta, elevando os valores da solidariedade e o respeito pelas pessoas”, afirmou.

Para o candidato do PSD a Presidente da Câmara, o objetivo é “voltar a afirmar Tomar como o centro de Portugal, posição que já assumiu tantas vezes ao longo da nossa história”.
“Queremos ser novamente grandes! Com o nosso esforço, com o nosso empenho, com o vosso apoio e entusiasmo seremos de novo vencedores”, concluiu.

Seguiu-se a apresentação dos candidatos às Juntas de Freguesia, à Câmara e à Assembleia Municipal. Intervieram nesta sessão ainda o Mandatário da Juventude, Christopher Pratt, e os 2° e 3° elementos da lista para a Câmara, Célia Bonet e Luís Ramos, respetivamente.

Elsa Ribeiro Gonçalves

Aos 12 anos já queria ser jornalista e todo o seu percurso académico foi percorrido com esse objetivo no horizonte. Licenciada em Jornalismo, exerce desde 2005, sempre no jornalismo de proximidade. Mãe de uma menina, assume que tem nas viagens a sua grande paixão. Gosta de aventura e de superar um bom desafio. Em maio de 2018, lançou o seu primeiro livro de ficção intitulado "Singularidades de uma mulher de 40", que marca a sua estreia na escrita literária, sob a chancela da Origami Livros.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.