Foto: mediotejo.net

No próximo domingo, 27 de março, realizam-se eleições intercalares na União de Freguesias de Alvega e Concavada, no concelho de Abrantes, e o mediotejo.net foi conhecer as propostas das três listas concorrentes. O Partido Socialista apresenta-se recandidatando José Felício como cabeça de lista. Felício, presidente de junta no mandato 2017-2021, vai acompanhado nos lugares cimeiros da lista por Carlos Francisco, Vera Catarino e Augusto Pires. O PS apresenta um manifesto assente na estratégia de continuidade do trabalho que tem desenvolvido desde o último mandato, referindo que não pretende fazer promessas impossíveis, apenas concretizar “o que tem pernas para andar”. José Felício, em entrevista ao mediotejo.net, fez ainda apelo à população de Alvega e Concavada para que exerça o direito, e dever, de voto “em consciência” no dia 27 de março, pois a abstenção não é solução.

“Esta é uma recandidatura assente num projeto político de continuidade e proximidade, centrado no bem-estar e na qualidade de vida da comunidade”, começa por referir a concelhia quanto ao projeto liderado por José Felício, acrescentando que o candidato destaca como pontos fortes a “localização, espírito comunitário e qualidade de vida” da freguesia, almejando o “desenvolvimento sustentável e responsável, para que Alvega e Concavada seja, cada vez mais, uma freguesia onde dá gosto viver”.

ÁUDIO | Entrevista a José Felício, recandidato à presidência de junta da União de Freguesias de Alvega e Concavada

O mediotejo.net entrevistou no sábado, dia 19 de março, o recandidato, que já havia presidido à junta de freguesia no mandato 2017-2021. No arranque da campanha onde a comitiva promoveu contacto próximo com a comunidade, o socialista destacou que o projeto desta candidatura vem no seguimento do manifesto apresentado no mandato anterior, passando a estratégia pela continuidade do trabalho e serviço prestados à freguesia e população.

“No nosso horizonte está o anterior manifesto, é basicamente dentro disso que nos estamos a apresentar a eleições novamente”, mencionou.

Destacando este projeto de continuidade, releva a “requalificação do jardim de Concavada com colocação de novo barco, porque o que lá está está bastante degradado e já não se justifica a sua reparação” bem como “execução de passeios dentro do cemitério de Concavada”.

Uma das prioridades aponta para a requalificação da Praça da República, em Alvega, “questão que já vem de há muito tempo”. Afirmando que a junta de freguesia apenas pode dar ideias para os projetos, não os podendo fazer, diz que há disponibilidade para ouvir a população e “para aceitar um projeto, analisar e melhorar se assim for necessário”, sendo que o objetivo é efetivamente avançar com a requalificação daquele espaço central e icónico de Alvega.

Os acessos e valetas para a zona de expansão do cemitério de Alvega também estão na lista de prioridades, uma vez que foi colocado pavimento recentemente e faltam esses acabamentos.

Aludindo às obras de requalificação a decorrer na Escola Dr. Fernando Loureiro, que alberga a comunidade escolar da Escola Primária/Jardim de infância de Alvega, mostrou-se satisfeito com a realização da mesma e disse ser “uma mais-valia para a freguesia”.

A lista candidata pelo Partido Socialista iniciou ação de campanha em proximidade com as populações no passado fim-de-semana, contando com elementos da concelhia socialista de Abrantes e presença do autarca Manuel Jorge Valamatos. Foto: mediotejo.net

Por outro lado, espera que a requalificação deste novo centro escolar possa inverter a saída de alunos para outras escolas que se tem verificado nos últimos anos, nomeadamente para localidades ou concelhos vizinhos.

A recandidatura liderada por José Felício assenta nos eixos do manifesto com que foi eleito no passado, num trabalho de continuidade “que tem corrido bem”, ainda que reconheça que possam existir pessoas “que o interpretem de forma diferente”.

“Acho que temos feito o que nos é possível, nomeadamente o cemitério, um problema que a freguesia tinha há muitos anos”, sublinhou o recandidato.

No futuro é, além do trabalho de continuidade, trabalhar “no dia a dia, fazendo o melhor possível pela população” e “não prometer o que é impossível fazer”.

“Podíamos estar a prometer imensas coisas, completamente disparatadas como se vê por aí… Nós não, vamos prometer às pessoas o que realmente tem pernas para andar e vamos tentar, se ganharmos, cumprir o programa que apresentamos”, disse.

O socialista não deixou de fazer apelo para que as pessoas vão votar, exercendo o direito de voto que é também “um dever”.

“Que as pessoas vão votar. Que votem em consciência depois de verem os programas”, apela José Felício, para que não vença a abstenção neste ato eleitoral.

Quanto à necessidade destas eleições intercalares, fala em acontecimento “inédito” e escusa-se a mais comentários por crer que “já foi quase tudo dito”.

Refira-se que após empate nas eleições autárquicas de 2021, com três eleitos pelo PS, PSD e BE, houve lugar a desentendimento e chumbo das diversas propostas de formação de executivo apresentadas por José Felício (PS), enquanto presidente eleito para a União de Freguesias, culminando na renúncia dos candidatos eleitos então pelo PSD e BE, António Moutinho e Eduardo Jorge respetivamente, e levando a novo ato eleitoral. Agora apenas três candidaturas entram na corrida: PS, CDU e MIUFAC (Independentes que resultam da fusão das listas do BE e PSD).

O Partido Socialista apresenta-se às eleições intercalares do dia 27 de março à União de Freguesias de Alvega e Concavada, recandidatando José Felício como cabeça de lista. Felício, presidente de junta no mandato 2017-2021, vai acompanhado nos lugares cimeiros da lista por Carlos Francisco, Vera Catarino e Augusto Pires.

Do manifesto da recandidatura enumeram-se as seguintes propostas:

• Acompanhar a requalificação da Escola EB1/JI de Alvega
• Reforçar a rede de transportes escolares efetuados pela Junta de Freguesia aos alunos do 1º ciclo e dos jardim de infância
• Continuar a colaborar com o Agrupamento de Escolas nas suas atividades e na promoção da qualidade dos equipamentos existentes
• Manter e reforçar as atividades de enriquecimento curricular, em articulação com o Agrupamento de Escolas
• Manter e reforçar as atividades de animação e de apoio à família na educação pré-escolar e na componente de apoio à família no 1º ciclo
• Acompanhar a implementação da Rede de Transporte de Serviços de Saúde
• Acompanhar a valorização do Serviço de Teleassistência Sénior
• Acompanhar a criação e o desenvolvimento do Plano de Acompanhamento ao Isolamento da Pessoa Idosa
• Acompanhar o trabalho da Rede Social de Abrantes e reforçar a dinâmica da Comissão Social de Freguesia
• Acompanhar a Autarquia na implementação das medidas de apoio à habitação
• Valorizar a Estação de Canoagem de Alvega
• Valorizar a Grande Rota do Caminho do Tejo e a Pequena Rota de Alvega
 
• Implementar um regulamento de Bolsas de Mérito para estudantes do Ensino Básico que frequentem a escola da Freguesia
• Acompanhar a Autarquia nas medidas de incentivo à fixação de jovens
• Desenvolver ações necessárias ao desenvolvimento e coesão da Freguesia, com especial atenção na fixação de pessoas
• Criar Parque Infantil na Ribeira do Fernando
• Promover a manutenção da escola e do espaço envolvente
• Apoiar as associações da Freguesia
• Colaborar com os vários agentes de Solidariedade Social da Freguesia na articulação com a Rede Social do Concelho de Abrantes e com a Comissão de Proteção de Crianças e Jovens em Risco
• Dinamizar iniciativas destinadas a crianças e jovens
• Promover atividades desportivas, culturais e recreativas na Freguesia
• Colaborar com a Autarquia nas iniciativas associadas à valorização da vida e obra do poeta António Botto, nascido na Concavada, bem como de outros artistas residentes
• Acompanhar a requalificação da Praça da República
• Criar bolsa de estacionamento junto ao multibanco na Concavada
• Criar Parque de Merendas junto à Boca do Inferno nos Salgueiros
• Requalificar acessos no antigo cemitério de Alvega
• Requalificar a Rua 1º de Maio, em Monte Galego
• Requalificar a Rua 24 Julho, entre Casa Branca e Areia de Cima

• Acompanhar a criação de uma Associação de Pequenos Produtores Agrícolas, em parceria com os agentes locais
• Criar um albergue na antiga escola primária da Concavada
• Realizar mercado quinzenal para produtores locais
• Promover e apoiar a realização de eventos e atividades que visem a promoção e valorização das empresas e atividades da freguesia
• Acompanhar investimentos privados na Freguesia
• Requalificar o jardim de Concavada com substituição do barco picareto
• Executar passeios no cemitério de Concavada
• Requalificar a calçada junto à Estação de Canoagem de Alvega
• Colocar manilhas na ribeira da Lampreia
• Requalificar a Rua D. Dinis entre a estalagem nova e o Monte Galego
• Incentivar a Autarquia para a requalificação da última fase da estrada para o Tubaral
• Requalificar fontanários na Freguesia
• Melhorar a sinalização de trânsito, turística e toponímica
• Promover a limpeza de linhas de água, espaços públicos e arruamentos
• Manter e conservar caminhos rurais e avaliar a abertura de estradões em zonas estratégicas
• Valorizar a iluminação pública
• Colaborar com os SMA na otimização do sistema de recolha de resíduos sólidos urbanos, indiferenciados, monos domésticos, resíduos de demolição e verdes
• Reforçar a manutenção e substituição do mobiliário urbano da Freguesia
• Reforçar a manutenção dos espaços verdes da freguesia
• Melhorar a limpeza das vias, sarjetas e sumidouros
• Melhorar a segurança rodoviária
• Dinamizar o transporte a pedido
• Acompanhar a conclusão e implementação do novo Plano Diretor Municipal
• Acompanhar a renovação da rede de distribuição de água em baixa
• Implementar Unidade Local de Proteção Civil na Freguesia
• Continuar a colaborar na prevenção aos incêndios, com a participação do Kit de 1ª intervenção
• Acompanhar a Autarquia na implementação do Programa de Roteiros Temáticos de Proximidade em áreas como Educação, Saúde, Social, Empresarial, Cultura, Desporto, Juventude e Ambiente
• Acompanhar a Autarquia na implementação do Programa de Roteiros de Proximidade pelas Freguesias
• Acompanhar o projeto itinerante da Carrinha do Cidadão
• Acompanhar a implementação do balcão de atendimento Abrantes 360º
• Continuar a celebrar com a Autarquia protocolos e contratos interadministrativos para obras de manutenção da rede viária, caminhos municipais e requalificação de espaços e edifícios públicos
• Participar no Fórum das Freguesias
• Aumentar a capacitação institucional e técnica da Freguesia
• Implementar a transição digital na Freguesia
• Colaborar com a Autarquia na relação com as operadoras para reforçar e melhorar a rede de telecomunicações na Freguesia
• Promover a informação para os cidadãos relativamente à atividade da Junta e da Assembleia de Freguesia

Recorde-se que a União de Freguesias de Alvega e Concavada irá a eleições intercalares no dia 27 de março, estando a ser gerida desde o dia 8 de março por uma Comissão Administrativa.

A campanha eleitoral irá decorrer entre os dias 18 e 25 de março.

O PS leva a votos a mesma equipa, liderada por José Felício, seguindo-se os nomes de Carlos Francisco, Vera Catarino e Augusto Pires.

A CDU apresenta Augusto Mourato como cabeça de lista, seguindo-se João Farinha, Marta Delgado e Fernando Matos.

O Movimento Independente da União de Freguesias de Alvega e Concavada (MIUFAC) apresenta uma equipa que resulta da fusão das listas do PSD e do BE apresentadas em 2021, tendo como candidato António Moutinho (ex-cabeça de lista do PSD), seguindo-se Eduardo Jorge (ex-cabeça de lista do BE, como independente), Clara Vicente e Joaquim Catarrinho.

NOTÍCIA RELACIONADA:

Autárquicas | Alvega e Concavada com Comissão Administrativa até eleições a 27 de março

Autárquicas | Alvega e Concavada com Comissão Administrativa até eleições a 27 de março

Joana Rita Santos

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.