José Farinha Nunes, atual presidente da Câmara Municipal da Sertã, anunciou hoje, em declarações à Lusa, a sua recandidatura aquela autarquia do distrito de Castelo Branco para dar continuidade ao trabalho desenvolvido até aqui.

O atual presidente da Câmara, natural da Sertã, 66 anos, enquanto candidato, lembrou o “atraso na entrada em funcionamento” do Quadro Estratégico Comunitário 2014/2020, tendo afirmado que “os próximos quatro anos vão servir para poder concretizar as candidaturas a obras projetadas e planeadas para colocar o município da Sertã mais moderno, mais bem preparado para o futuro e com mais qualidade de vida” para os cidadãos.

O autarca, ex-funcionário da Direção Geral de Finanças, casado e com dois filhos, disse ainda que se vai apresentar a votos “para que a população se pronuncie sobre o trabalho desenvolvido e os projetos a concretizar” pela equipa que lidera, tendo defendido que “os trabalhos em mãos são importantes e estruturantes no âmbito da requalificação urbana” da Sertã, vila que apresenta “demasiados prédios degradados e ruas intransitáveis e com piso degradado”.

Farinha Nunes disse ainda à Lusa que o município da Sertã “é hoje financeiramente equilibrado”, tendo lembrado que, no primeiro mandato, “a principal preocupação foi regularizar a situação financeira da autarquia, que apresentava dívidas a fornecedores na ordem dos 8 milhões de euros”.

A Comissão Política Concelhia (CPC) do PSD da Sertã, em comunicado,disse hoje que o nome de José Farinha Nunes foi “indicado por unanimidade e aclamação” na segunda-feira, tendo o autarca “aceitado o convite para ser novamente cabeça de lista às eleições autárquicas de 2017, pretendendo continuar assim o projeto que iniciou e com o qual se comprometeu há 8 anos”.

Em 2013, o PSD conquistou a maioria absoluta e 5 mandatos ao obter 61,6% dos votos dos 14.826 eleitores inscritos (9.375 votantes).

O PS obteve 24,9% dos votos, tendo eleito dois vereadores.

Agência Lusa

Agência de Notícias de Portugal

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.