Foto: mediotejo.net

No próximo domingo, 27 de março, realizam-se eleições intercalares na União de Freguesias de Alvega e Concavada, no concelho de Abrantes, e o mediotejo.net foi conhecer as propostas das três listas concorrentes. Augusto Mourato é o novo cabeça de lista pela Coligação Democrática Unitária (CDU), sendo acompanhado pelos candidatos João Farinha, Marta Delgado e Fernando Matos. O candidato diz que a CDU “avança para ganhar”. Entre as diversas propostas, onde se destaca a luta por manter um médico a tempo inteiro ao serviço da extensão de saúde da freguesia, surge também a promoção de uma consulta à população sobre a lei que permite a reposição de freguesias, para saber se pretendem a desagregação da União de Freguesias, tornando novamente independentes as freguesias de Alvega e Concavada, como acontecia até 2013.

A CDU apresenta-se às eleições intercalares com intuito de fazer a diferença e diz que “foi a ânsia de poder das forças políticas eleitas em 26 de setembro [de 2021] que conduziram à realização destas novas eleições, com o prejuízo de 6 meses de instabilidade e impasse na governação da União de Freguesias, e prejuízos para a nossa população”.

Sob o lema “Futuro de Confiança”, a CDU diz comprometer-se em orientar “as suas atividades pelas ideias de Trabalho, Honestidade e Competência, que traduzem o percurso de intervenção reconhecido aos eleitos como forma de estar no poder local”.

Em entrevista ao mediotejo.net, também no arranque da campanha política, no dia 19 de março, o cabeça de lista Augusto Mourato admitiu querer alterar a situação de “marasmo” que se vive “pelo menos há 8 anos na freguesia”, e que “não avança”.

“Vemos as coisas na mesma. Não há nada. Por isso vamos trabalhar para que isto melhore”, afiança o número 1 da lista.

ÁUDIO | Augusto Mourato, cabeça de lista pela CDU às eleições intercalares para a União de Freguesias de Alvega e Concavada

Entre as diversas preocupações, Augusto Mourato destaca o envelhecimento da população e a necessidade de intervenção de ação social. Nesse sentido, uma das propostas da CDU é “criar um Gabinete de apoio ao idoso”, que pretende ser um serviço de apoio ao domicílio.

Augusto Mourato apresentou ainda uma proposta para a criação de uma variante à EN118, para desviar o trânsito de veículos pesados do centro de Alvega.

Também a cobertura de saneamento básico representa uma preocupação, sendo exigência da CDU no seu programa eleitoral que a autarquia faça as obras necessárias em toda a freguesia. Outro aspecto prende-se com a reivindicação de mais contentores e ecopontos disponíveis pelas localidades, e melhor higienização dos mesmos.

Quanto à requalificação de património, Mourato sublinha o arrastar da requalificação da Praça da República, em Alvega, que considera dever ser feita. “Vamos lutar para que isso aconteça, se formos eleitos”.

Outra proposta prende-se com a nova lei que permite a reposição das freguesias, revogando o decretado em 2013, que levou à agregação de freguesias, como foi o caso de Alvega e Concavada. A CDU pretende dar oportunidade à população para se manifestar quanto a esta temática, no sentido de perceber se pretendem repor a situação anterior, com duas freguesias independentes e distintas.

Comitiva da CDU em campanha por Alvega, junto ao coreto da Praça da República. No arranque de campanha a lista candidata contou com o deputado do PCP, António Filipe. Foto: mediotejo.net

No âmbito da saúde, a CDU propõe diligenciar junto das entidades competentes para assegurar um médico a tempo inteiro na freguesia, todos os dias, na extensão de Saúde de Alvega. “O povo precisa de um médico, está muito idoso. Precisa de um médico aqui todos os dias”, referiu.

Augusto Mourato assume que avança “para ganhar” e que “se o povo depositar confiança e os seus votos na CDU, a CDU irá fazer tudo para não defraudar os eleitores. Com trabalho, com confiança, e honestidade”, concluiu.

A CDU apresenta-se às eleições com os seguintes compromissos eleitorais prioritários:

  • Reposição das freguesias: consulta à população no sentido de eventual desagregação da União de Freguesias de acordo com o estipulado na Lei nº39/2021 de 24 de junho
  • Saneamento básico: exigir à autarquia a completa regularização da rede de esgotos em toda a freguesia não excluindo nenhuma habitação; exigir à Câmara Municipal a ligação de toda a rede de esgotos à estação de tratamento; exigir à Câmara Municipal uma melhor higienização e distribuição de contentores e ecopontos em toda a freguesia.
  • Saúde: diligenciar junto das entidades competentes a garantia do funcionamento diário dos postos de saúde da freguesia (Alvega e Concavada) para que sejam assegurados os cuidados básicos à população.
  • Ação social: criar o Gabinete de Apoio ao Idoso; criar e apoiar um serviço de apoio à 3ª idade melhorando assim os serviços já existentes
  • Educação: assegurar o melhoramento das instalações escolares e do seu equipamento; articular com a autarquia o melhor funcionamento e organização dos transportes escolares e cantinas
  • Cultura e Desporto: apoiar as coletividades e associações da freguesia.
  • Património: Exigir da Câmara Municipal a requalificação da Praça da República dando-lhe a dignidade necessária e que merece; manter e conservar o nosso património histórico como sejam fontanários, praça, coreto, etc; melhorar acessos e espaço envolvente da Capela da Senhora da Guia.
  • Rede viária, estradas e caminhos: exigir da autarquia o alargamento, pavimento bem como manter em bom estado de conservação as estradas e caminhos da freguesia, como por exemplo caminho que liga a Ribeira do Carregal aos Foros; pressionar a autarquia para pavimentar a estrada que liga as Portela à estrada do Tubaral e a estrada que liga o Tubaral ao Monte-Galego; melhorar a limpeza das ruas e valetas em toda a freguesia; propor o estudo para criação de uma variante à Estrada Nacional 118 de forma a evitar o trânsito de carros pesados no centro da freguesia.

Recorde-se que a União de Freguesias de Alvega e Concavada irá a eleições intercalares no dia 27 de março, estando a ser gerida desde o dia 8 de março por uma Comissão Administrativa. A campanha eleitoral decorre entre os dias 18 e 25 de março.

O PS leva a votos a mesma equipa, liderada por José Felício, seguindo-se os nomes de Carlos Francisco, Vera Catarino e Augusto Pires.

A CDU apresenta Augusto Mourato como cabeça de lista, seguindo-se João Farinha, Marta Delgado e Fernando Matos.

O Movimento Independente da União de Freguesias de Alvega e Concavada (MIUFAC) apresenta uma equipa que resulta da fusão das listas do PSD e do BE apresentadas em 2021, tendo como candidato António Moutinho (ex-cabeça de lista do PSD), seguindo-se Eduardo Jorge (ex-cabeça de lista do BE, como independente), Clara Vicente e Joaquim Catarrinho.

NOTÍCIA RELACIONADA

Autárquicas | Alvega e Concavada com Comissão Administrativa até eleições a 27 de março

Autárquicas | Alvega e Concavada com Comissão Administrativa até eleições a 27 de março

Joana Rita Santos

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.