Foto: CM VN Barquinha

O município de Vila Nova da Barquinha viu recentemente aprovada uma candidatura a fundos comunitários (Compete 2020) para a (re)arborização de espaços verdes e criação de ilhas-sombra em meio urbano, num valor de 75 mil euros, cofinanciado no âmbito do POSEUR, abrangendo as freguesias de Praia do Ribatejo e Vila Nova da Barquinha.

Este projeto, designado como “Barquinha Verde”, vai permitir a criação de um modelo de maior sustentabilidade ambiental, “restaurando, valorizando e protegendo os espaços de fruição pública, mitigando o risco a que a população está sujeita, potenciado pelas alterações climáticas”, refere-se em informação municipal.

Neste sentido, irá decorrer uma beneficiação dos sistemas de rega para sistemas mais eficientes e inteligentes, bem como a realização de podas e manutenção do coberto arbóreo, nos espaços verdes das duas freguesias abrangidas, onde foram identificadas situações de risco para pessoas e bens, com “exemplares mortos, em declínio ou decrépitos, para abate, tendo sido realizadas operações de escalada, podas corretivas, podas seletivas em porte natural através remoção dos ramos mortos, partidos ou inviáveis) e de segurança, com promoção do seu equilíbrio, aclaramento e coabitação com a envolvência”.

O município clarifica que esta candidatura não contribui para o aumento da cobertura arbórea e de espaços verdes, antes para a melhoria das garantias de segurança, uma vez que não são realizados investimentos no âmbito da plantação, destacando a “conexão dos espaços em questão com a rede de percursos pedestres que atravessam o concelho, com amplas áreas de espaços verdes, conferindo áreas de sombra/descanso, com necessidade de garantir a segurança dos visitantes”.

A autarquia refere ainda que o sistema de rega com telegestão propicia uma redução dos custos ambientais, sociais e económicos a longo prazo.

Rafael Ascensão

Licenciado em Ciências da Comunicação e mestre em Jornalismo. Natural de Praia do Ribatejo, Vila Nova da Barquinha, mas com raízes e ligações beirãs, adora a escrita e o jornalismo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.