Acampamento nacional reúne mais de 18 mil escuteiros em Idanha-a-Nova. Foto: ACANAC

Mais de 18 mil escuteiros vão participar no 24.º Acampamento Nacional (ACANAC), de 01 a 07 de agosto, em Idanha-a-Nova, no distrito de Castelo Branco. O ACANAC decorre apenas de cinco em cinco anos e é organizado pelo Corpo Nacional de Escutas (CNE), em parceria com a Câmara Municipal de Idanha-a-Nova.

O evento reúne escuteiros de todas as regiões de Portugal e de vários países para, durante uma semana, partilharem experiências, aprendizagens e atividades na comunidade.

Para além de escuteiros nacionais, vão estar presentes escuteiros de 24 outras nacionalidades, entre os quais 50 ucranianos.

O acampamento principal fica instalado no Campo Nacional de Atividades Escutistas (CNAE), no Monte Trigo, em Idanha-a-Nova, numa área de 79 hectares.

“Nesta 24.ª edição do ACANAC haverá, porém, dois outros acampamentos: um, nas margens da Barragem Marechal Carmona, em Idanha-a-Nova, e junto à Barragem da Toulica, em Zebreira”, lê-se na nota.

Segundo a informação disponibilizada, vão ser montadas cerca de 3.500 tendas e durante a semana de acampamento serão distribuídas 333 mil refeições.

“Serão também criadas, especificamente para o encontro, infraestruturas próprias para garantir o sucesso da organização. Existirá, por exemplo, um hospital central de campo, acompanhado por quatro enfermarias”, explicou a autarquia.

O evento vai ter uma zona central, onde vão estar exposições de vários parceiros, bem como de todas as 20 regiões que compõem o CNE.

Terá ainda um campo náutico, um campo aventura, dois supermercados com 1.000 metros quadrados cada, seis bares e dois refeitórios com capacidade para 60 mil refeições.

A Câmara de Idanha-a-Nova tem apostado na dinamização do movimento escutista.

Esta parceria com o CNE faz com que com que Idanha-a-Nova tenha acolhido os três últimos grandes encontros da família escutista: os Acampamentos Nacionais de 2007, de 2012 e 2017.

Segue-se, agora o ACANAC 2022 que decorre sob o tema “Construtores do amanhã” e que se realiza também no contexto dos 100 anos do CNE, que se comemoram em 2023.

Segundo a autarquia, a população do concelho de Idanha-a-Nova irá crescer 117% durante uma semana.

Agência Lusa

Agência de Notícias de Portugal

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.