A Biblioteca Municipal António Botto foi o local escolhido para refletir e debater a centralidade na conferência dedicada ao tema “Abrantes, pensar a centralidade”, que será desenvolvido por Alves Jana, a partir das 21h30 desta quinta-feira, dia 8.

A iniciativa desafia os participantes a projetarem a cidade centenária no futuro através da abordagem do orador doutorado em Filosofia, docente aposentado da Escola Dr. Manuel Fernandes e da ESTA – Escola Superior de Tecnologia de Abrantes, editor da “História Breve de Abrantes” e membro do Clube de Filosofia de Abrantes e do CEHLA – Centro de Estudos de História Local de Abrantes.

Sónia Leitão

Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.