Castelo de Abrantes. Créditos: CMA

O percurso artístico ‘Abrantes que já cá não Moura’ acontece este sábado, dia 3 de agosto, no Castelo de Abrantes, pelas 19h00.

Num regresso à cidade onde viveu a infância e adolescência, Francisco Goulão descobriu que era desconhecido para ele o passado da notável “vila de Abrantes”. A partir daí, percebeu que o caminho que queria seguir teria de passar por trazer à tona a origem de mitos urbanos que viveram na sua memória durante anos, levando-o a fantasiar sobre coisas que nunca existiram.

Em ‘Abrantes já cá não Moura’, o artista pretende fazer o percurso até à origem de muitos desses mitos e, quem sabe, tornar-se nascente de novas lendas que corram depois por esses anos fora.

Os bilhetes custam 4 euros. Para menores de 18 e para maiores de 65 anos custam 2 euros. Evento para maiores de 6 anos.

 

Mário Rui Fonseca

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.