Escola Básica de Alvega - Escola Dr. Fernando Loureiro. Créditos: mediotejo.net

A obra na Escola de Alvega já tem financiamento comunitário. São mais de 400 mil euros que chegam ao Município de Abrantes de fundos europeus para a reabilitação daquele equipamento escolar. A aprovação da verba foi anunciada em reunião de executivo.

Em novembro de 2021 a Câmara Municipal de Abrantes aprovou a adjudicação por ajuste direto da empreitada de requalificação da Escola EB1/JI de Alvega. Depois do primeiro concurso público para adjudicação desta obra ter ficado deserto, a “João António Gonçalves Engenharia Unipessoal, Lda.” foi a empresa escolhida para em 180 dias executar uma empreitada que representa um investimento 516 mil euros.

O anúncio da aprovação da candidatura ao Programa Operacional do Centro – CENTRO 2020 para a requalificação da Escola EB1/JI de Alvega chegou na semana passada.

“Durante a última semana vimos aprovada a nossa operação da Escola de Alvega. Sabem que era um investimento que arrancámos para ele sem a garantia de fundos comunitários” mas “com essa esperança, com essa expectativa”, disse o presidente da Câmara Municipal em reunião de executivo.

Segundo Manuel Jorge Valamatos, o processo foi aprovado em cerca de 421 mil euros, numa obra orçamentada em 516 mil euros. “Há um investimento da Câmara Municipal de cerca de 100 mil euros. Mas seguramente estes 400 mil euros vêm proteger as finanças do Município. Ficamos muito satisfeitos com esta notícia”, deu conta.

ÁUDIO | PRESIDENTE CM ABRANTES, MANUEL JORGE VALAMATOS:

Com um prazo de execução de 180 dias, a intervenção incide ao nível da fachada, com pinturas e substituição de toda a caixilharia, de forma a melhorar o comportamento térmico do edifício, sendo ainda prevista a criação de acessibilidade para mobilidade reduzida, com a construção de duas rampas (uma na entrada principal do edifício e a outra de acesso a sala polivalente no piso -1).

No Piso -1 da escola será criada uma sala polivalente, que servirá para eventos ou para atividades físicas. No Piso 0 ficarão instalados o refeitório e copa, uma sala de atividades para o pré-escolar, a par com a sala de professores e a sala dedicada ao pessoal não docente. Já no Piso 1, todas as instalações sanitárias vão ser remodeladas e ampliadas, sendo ainda instaladas duas salas de aula para o 1.º ciclo, uma sala polivalente, a Biblioteca/Centro de Recursos e o Gabinete de Coordenação.

Com o início do atual ano letivo, em setembro de 2021, a comunidade escolar passou a ter a sua atividade nas instalações da antiga escola primária de Concavada.

Paula Mourato

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.