'O Canteiro dos Livros' teatro de marionetas. Créditos: Valdevinos

A peça de teatro infantil de marionetas de luva ‘O Canteiro dos Livros’ pelo Valdevinos Teatro de Marionetas, numa adaptação do conto de José Jorge Letria sobe ao palco do Auditório da Escola Secundária Dr. Manuel Fernandes este sábado, dia 18 de janeiro, às 11h00, em Abrantes.

‘O Canteiro dos Livros’ conta a relação de cumplicidade e mistério, que se transforma num segredo bem guardado, entre um menino e um canteiro no qual, para além de flores nascem livros.

“Francisco nem queria acreditar no que os seus olhos viam. No canteiro das hortências, no fundo do quintal, tinham começado a sair da terra mole pedaços de folhas com palavras impressas e mesmo algumas lombadas de livros. O que estaria a acontecer no seu quintal, onde tudo parecia viver na maior paz e harmonia, sem espaço nem tempo para acontecimentos inexplicáveis?”

“Se eu um dia quiser tornar-me escritor, terei de ser, antes de mais nada, um grande leitor…”

Para um público maior de 4 anos. As entradas custam dois euros.

Ficha Técnica / Artística
Espetáculo: O canteiro dos livros
Autor: José Jorge Letria
Música: Paulo Marques
Adaptação/Encenação: Fernando Cunha
Interpretação: Fernando Cunha
Técnico Som: Joaquim Guerreiro
Marionetas, cenário e adereços: Ana Pinto e Fernando Cunha
Costureira: Maria Conde
Design gráfico/web: Norma Carvalho
Fotografia: André Reis
Direção de Produção: Ana Pinto
Produção Executiva: Norma Carvalho

Paula Mourato

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.