Centro de Saúde de Alferrarede já tem consulta de médico dentista. Foto: DR

O Gabinete de Saúde Oral de Abrantes entrou em funcionamento no passado dia 2 de fevereiro no Centro de Saúde de Alferrarede. A inauguração oficial estava agendada para esta quarta-feira, dia 9 de fevereiro, mas “por motivos de força maior” o Município informou que a inauguração “foi desmarcada”. No entanto, o serviço “já está a funcionar em pleno” para toda a comunidade, garantiu o presidente da Câmara.

A Câmara Municipal investiu cerca de 40 mil euros “em todo o equipamento que se relaciona com esta ação”, ou seja, neste Gabinete de Saúde Oral, disse em reunião de executivo o presidente do município, Manuel Jorge Valamatos (PS).

Referiu que “há muito” tempo que o executivo “sentia a necessidade de ter um serviço público para esta função tão importante na nossa comunidade”, salientando que “são mantidas todas as consultas de higiene oral para todas as crianças” do concelho de Abrantes.

Para Manuel Jorge Valamatos “é uma iniciativa importantíssima para o concelho à disposição da comunidade. Os médicos de família, e a própria organização do sistema de saúde, irão estruturar e criar metodologias de apoio à comunidade”, designadamente sendo os utentes encaminhados pelo médico de família.

Tratando-se por isso de um serviço de saúde dirigido a “toda a população do concelho” que “tenha ali à disposição um médico de saúde oral que possa responder às necessidades da nossa comunidade”, sublinhou o presidente.

ÁUDIO | PRESIDENTE DA CÂMARA DE ABRANTES, MANUEL JORGE VALAMATOS:

O Gabinete de Saúde Oral funciona de segunda a sexta-feira entre as 09h00 e as 17h00.

Paula Mourato

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.