Diário de Um Louco, da Companhia Teatro do Ribatejo. Foto: Diogo Narciso

O Cineteatro S. Pedro recebe esta sexta-feira, dia 10, a loucura de Aksénti Ivánovitch, personagem principal do livro “Diário de Um Louco”, de Nikolai Gógol. O espetáculo com nome homónimo integra o programa do Festival de Filosofia de Abrantes e é levado a cena pela Companhia Teatro do Ribatejo a partir das 21h30.

Ao funcionário atormentado e à fantasia em que se refugia para esquecer a vida triste e solitária que leva juntam-se o diretor para o qual trabalha como afiador de lápis, a filha do diretor (Sophie) por quem sente uma paixão platónica e o animal de estimação da rapariga que decide perseguir para a entender. Uma noite em que o diário de Aksénti Ivánovitch permite conhecer a passagem do delírio para a loucura contada na primeira pessoa.

Sónia Leitão

Nasceu em Vila Nova da Barquinha, fez os primeiros trabalhos jornalísticos antes de poder votar e nunca perdeu o gosto de escrever sobre a atualidade. Regressou ao Médio Tejo após uma década de vida em Lisboa. Gosta de ler, de conversas estimulantes (daquelas que duram noite dentro), de saborear paisagens e silêncios e do sorriso da filha quando acorda. Não gosta de palavras ocas, saltos altos e atestados de burrice.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.