Durante 76 anos, o Colégio de Fátima esteve ao serviço do ensino particular no concelho de Abrantes e no futuro irá albergar o novo Centro Escolar de Abrantes. Foto: mediotejo.net/Arquivo

A empreitada de requalificação e ampliação do Colégio Nossa Senhora de Fátima foi prorrogada por mais 90 dias o que significa que a obra do novo Centro Escolar de Abrantes poderá estar concluída no dia 1 de maio de 2022. A anterior prorrogação foi de 245 dias.

A Câmara Municipal de Abrantes aprovou nova concessão da prorrogação graciosa do prazo para conclusão da empreitada de “Requalificação e Ampliação do Colégio de Nossa Senhora de Fátima em Abrantes para Instalação do Centro Escolar de Abrantes”, tendo agora como data de conclusão o dia 1 de maio de 2022. Em junho de 2021 o executivo de maioria PS previa que o novo Centro Escolar tivesse obra concluída a 31 de janeiro de 2022. A decisão foi aprovada na terça-feira, 8 de fevereiro, em reunião de Câmara Municipal.

O vice-presidente justifica a derrapagem de prazos, ou seja, mais 90 dias, novamente com a pandemia. “Questões da pandemia que ainda continuam a influenciar os mercados e os subempreiteiros”, disse.

Segundo João Gomes, “a grande dificuldade” prende-se com as matérias primas, designadamente com os stocks e entrega de material em obra. No entanto, notou, “a situação tem sido minimizada porque houve uma preparação e uma antecipação de encomenda ao nível de materiais o que permitiu uma derrapagem menor em relação aos prazos”.

ÁUDIO | VICE-PRESIDENTE DA CÂMARA DE ABRANTES, JOÃO GOMES:

Recorde-se que, em novembro de 2017, havia sido anunciado que a empresa vencedora era a CIP – Construções S.A. – a obra foi adjudicada à empresa vencedora por cerca de 3 milhões de euros. Após o visto do Tribunal de Contas a empreitada poderia iniciar-se e a empresa CIP – Construções S.A. teria então 720 dias de prazo para a execução da obra, que conta com garantia de financiamento no âmbito do Portugal 2020.

Mas por não entregar a documentação exigida atempadamente, tal como previsto nas normas do concurso público, o segundo classificado – a empresa Tecnorém – Engenharia e Construções S.A. – foi notificado para arrancar com a empreitada.

A intervenção no edifício do antigo Colégio Nossa Senhora de Fátima conta com a criação de salas de jardim-de-infância, para um máximo de 75 alunos, e 8 salas de aulas para o 1º ciclo, albergando um máximo de 180 alunos. O Centro Escolar de Abrantes terá ainda um refeitório para um máximo de 286 utentes, uma sala polivalente e um centro de recursos.

Paula Mourato

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.