Cerimónia de emblemagem de novos membros do Rotaract. Foto arquivo: Humberto Lopes

Cerca de 40 jovens rotários juntaram-se em Abrantes, para debater ideias sobre o movimento que os une. Recebidos pelo Rotaract e pelo Interact Clubes de Abrantes, os representantes do Distrito 1960 tomaram conhecimento das atividades que se têm desenvolvido em Abrantes para concretizar o espírito rotário.

“Para além de se discutirem formas de motivar os jovens para serem mais ativos na ajuda à comunidade, no encontro foram apresentados os resultados da atividade do Rotaract que angariou bens para o Canil Intermunicipal de Abrantes, Sardoal e Constância”, lê-se em nota de imprensa enviada às redações.

Receção na entrada do MIAA. Créditos: Humberto Lopes

Com o Interact, por seu lado, “foi louvada a relação existente entre os três clubes rotários em Abrantes. Foi ainda referido o sucesso que o Clube tem tido com o projeto da recolha de tampas, cuja angariação será doada à Rita, uma menina de quatro anos que sofre de encefalopatia epilética”, acrescenta a mesma nota.

Uma sessão com partilha de experiências no âmbito do movimento rotário, mas também com uma visita guiada. No dia 12, os jovens visitaram o Museu Ibérico de Arqueologia e Arte (MIAA) no qual foram recebidos pelo presidente da Câmara de Abrantes, Manuel Jorge Valamatos. As explicações, no mais recente equipamento cultural da cidade, estiveram a cargo do historiador José Martinho Gaspar.

Visita ao MIAA. Créditos: Humberto Lopes

O dia terminou com um jantar num restaurante em Alferrarede, que teve como convidado o vereador da Cultura, Luís Dias, e contou com a participação do presidente da Comissão Distrital da Juventude do Distrito 1960, Jorge Lucas Coelho, bem como de vários elementos do movimento rotário, nomeadamente o presidente do Rotary Clube de Abrantes, Leal Neto. Na ocasião, o Rotaract organizou a cerimónia de emblemagem de quatro novos membros.

Para a presidente do Rotaract de Abrantes, Constança Diogo, esta foi uma oportunidade para “não só podermos dar a conhecer um bocadinho da nossa cidade de Abrantes, como também uma boa oportunidade para trocarmos ideias e experiências de modo a podermos fazer mais e melhor pela nossa comunidade”.

Também a presidente do Interact de Abrantes, Maria Estrada, faz um balanço muito positivo da iniciativa: “Foi um dia em cheio onde houve reencontros e convívio! Senti também um grande companheirismo tanto na preparação da visita, como no próprio dia. Foi bom esquecer a pandemia por momentos!”.

Reunião no Espaço Jovem. Créditos: Humberto Lopes

O Rotaract e o Interact Clube de Abrantes são grupos constituídos por jovens que pertencem ao movimento Rotary International, cujo lema é “Dar de si antes de pensar em si”. Para além de ser uma organização de cariz solidário que atua em prol da comunidade em que está inserido, o movimento proporciona também a aprendizagens de competências comportamentais, como a liderança, trabalho em equipa, falar em público, entre outros, de modo a formar novos líderes.

Em Portugal, o movimento rotário, geograficamente, encontra-se dividido em dois distritos. Os clubes de Abrantes pertencem ao Distrito 1960 que abrange o sul, centro e ilhas.

Saudação às bandeiras no jantar. Créditos. Humberto Lopes

Paula Mourato

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.