Avenida António Farinha Pereira, em Alferrarede. Foto: Google

A Câmara de Abrantes aprovou a proposta de licenciamento para obras de requalificação da via junto à antiga escola de Alferrarede. O mesmo consiste na remodelação e reconfiguração de cerca de metade da Rua José Saramago, no seu entroncamento e confluência com a Avenida António Farinha Pereira.

Naquela zona de Alferrarede (Abrantes) o promotor, no caso um hipermercado, obrigou-se a adquirir um terreno junto à antiga escola primária das Hortas para dar lugar “a uma alteração muito substancial no trânsito”, começou por dizer o presidente da Câmara.

“Quando aprovamos o licenciamento do Intermarché tínhamos de garantir mobilidade e o acesso aos Telheiros”, disse Manuel Jorge Valamatos na reunião de executivo desta terça-feira. Segundo explicou, no sentido Abrantes/Sardoal “era importante requalificar aquela zona, também pela presença do McDonald’s, era preciso desenvolver outras ações de acessibilidade. O projeto que temos é um projeto muito interessante […] que vai facilitar a vida aos automobilistas e às pessoas que vivem nos Telheiros e dar uma nova dinâmica rodoviária, pedonal, e com a qual estamos muitos satisfeitos”, afirmou ao nosso jornal.

Segundo Manuel Jorge Valamatos, o processo obrigou a pronuncia e envolvimento das Infraestruturas de Portugal, e a solução técnica encontrada para a remodelação e reconfiguração da Rua José Saramago foi no seu entroncamento e confluência com a Avenida António Farinha Pereira. Atualmente, quem segue da rotunda em direção à zona industrial está impedido de virar à esquerda.

Ao mediotejo.net, o presidente da autarquia sublinhou a importância da requalificação da Avenida António Farinha Pereira dizendo que o executivo “luta, há muito tempo, para a desclassificação desta estrada, para que passe para domínio municipal, um trabalho que estamos a fazer, temos feito alguns avanços e esperamos, num futuro próximo, ter essa Avenida sob a nossa égide de forma a requalificar com fundos comunitários”.

Alferrarede. Rotunda dos Plátanos. Créditos: mediotejo.net

Naquele local em específico, a responsabilidade da intervenção é do promotor. “Na altura da aprovação do projeto de construção do Intermarché – o Plano de Urbanização de Abrantes tinha previsto uma via – e uma das condicionantes da aprovação é o promotor arranjar uma alternativa. Pretendíamos uma ligação direta da Avenida Farinha Pereira à Urbanização dos Telheiros”, explicou, por seu lado, o vice-presidente.

De acordo com João Gomes, a intervenção “vai requalificar aquele cruzamento, permitir em segurança viragem para a Urbanização dos Telheiros, vamos colocar sinalização no local, conseguir fazer passeios pedonais de ligação entre aqueles dois espaços. O promotor teve de adquirir 885 metros quadrados que agora vai ceder para domínio público, vão passar para a gestão da Câmara Municipal “.

Após o trabalho desenvolvido e a respetiva aprovação em reunião de Câmara, que aconteceu esta terça-feira, encontra-se “para deferir a emissão de licença e começar a intervenção da obra”, acrescentou.

“Desejamos que o investimento seja feito o mais rápido possível”, concluiu, por sua vez, Manuel Jorge Valamatos.

Paula Mourato

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.