Foto: mediotejo.net

Durante esta manhã [terça feira], o presidente da Câmara Municipal de Abrantes, Manuel Jorge Valamatos, a diretora do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) do Médio Tejo, Diana Leira, e a vereadora Raquel Olhicas marcaram presença no Centro de Vacinação de Abrantes, onde agradeceram a todos os profissionais que estiveram envolvidos no processo de vacinação contra a covid-19.

Diana Leiria começou por agradecer à Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários de Abrantes “que nos permitiram estar aqui durante quase dois anos e com quem trabalhámos lado a lado, numa verdadeira parceria” e também à Câmara Municipal de Abrantes “por todo o apoio que nos deram durante esta campanha que não foi fácil e que nos obrigou a um processo de adaptação muito grande em pouco tempo e a Câmara esteve sempre do nosso lado, transportando as pessoas, divulgando a informação e ajudando na logística e este sucesso da vacinação também é vosso”, referiu.

Diana Leiria, diretora executiva do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) do Médio Tejo. Foto: mediotejo.net

A Diretora do ACES do Médio Tejo agradeceu ainda aos profissionais “que permitiram que a covid não ceifasse mais vidas, ou que reduzisse a mortalidade e as complicações. Esta equipa conseguiu administrar mais de 90 mil vacinas, 85 mil dadas aqui neste espaço e as restantes na comunidade, designadamente nos lares e nas instituições similares. Temos neste momento mais de 85% da população com o esquema vacinal completo. Temos vindo a ter sempre uma taxa de vacinação muito superior à média nacional aqui em Abrantes e de uma forma geral, em todo o ACES Médio Tejo”, salientou.

“No conjunto do ACES Médio Tejo nós já temos cerca de 886 mil vacinas contra a covid administradas, sempre com sucesso, sem registo de qualquer intervenção, ocorrência grave ou digna de registo e, portanto, é com este sentimento de dever cumprido que largamos este espaço e vamos, a partir do próximo ano, vacinar dentro das nossas unidades”, acrescentou a diretora do ACES do Médio Tejo.

Diana Leiria agradeceu ainda à vereadora Raquel Olhicas, enfermeira que iniciou a coordenação do Centro de Vacinação de Abrantes, e à enfermeira Lucinda Ferreira “que fez a continuação deste trabalho e que levaram esta tarefa a bom porto”, salientou.

ÁUDIO | Diana Leiria, diretora executiva do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) do Médio Tejo

Também o presidente da Câmara Municipal de Abrantes, Manuel Jorge Valamatos, agradeceu o trabalho e a dedicação de todos os profissionais envolvidos no Centro de Vacinação de Abrantes, recordando a incerteza e os tempos difíceis causados pela pandemia, bem como o processo de criação do Centro de Vacinação que contou com o apoio dos Bombeiros locais, do RAME – Regimento de Apoio Militar de Emergência e da Delegação de Abrantes da Cruz Vermelha Portuguesa.

De acordo com o presidente da autarquia, o Hospital de Abrantes “foi referência covid”, tendo reagido às necessidades da região, mas também “às necessidades do país. Recebemos gente dos Hospitais do Norte, Sul, Centro, Lisboa e foi um trabalho brutal dos profissionais”, relembrou.

“Não me tenho cansado de dizer que os profissionais de saúde (…) fizeram parte de um processo extraordinário e acho que o país se deve orgulhar daquilo que foi feito nos nossos hospitais”, acrescentou Manuel Jorge Valamatos.

“A vacina demorava a surgir, todos se recordam disso, mas o que é verdade é que quando isso aconteceu, o processo andou rápido”, recordou Valamatos. “Sei que houve muitas dificuldades de operacionalização, mas as coisas foram acontecendo. Todos os profissionais fizeram parte de um trabalho extraordinário e todos se devem orgulhar do que foi feito. Fizemos todos o melhor que podíamos para ajudar as nossas comunidades e o nosso país”, salientou o autarca.

E para que ninguém faltasse à vacinação por ausência de transporte, o presidente da Câmara Municipal de Abrantes recordou que a autarquia disponibilizou a linha direta e gratuita de transporte, que contou com o apoio das Juntas de Freguesia, Bombeiros e Cruz Vermelha, e que fez mais de 5 mil transportes de munícipes desde a sua freguesia até ao Centro de Vacinação. “Não deixámos ninguém para trás”, vincou.

ÁUDIO | Manuel Jorge Valamatos, Presidente da Câmara Municipal de Abrantes

A todos os profissionais de saúde presentes foi entregue um certificado de reconhecimento, pelas mãos do presidente da Câmara, no qual o Município agradece “toda a dedicação, profissionalismo e inexcedível contributo pelo trabalho realizado no Centro de Vacinação de Abrantes durante a pandemia covid-19”.

O Centro de Vacinação Contra a Covid-19 de Abrantes iniciou funções a 24 de fevereiro de 2021, no Quartel dos Bombeiros de Abrantes, equipado com 4 postos de vacinação, área de recobro, circuito único de entrada e saída de utentes e disponibilizadas cadeiras de rodas para pessoas com mobilidade reduzida. Durante a sua atividade, o CVC de Abrantes esteve muitas vezes aberto aos sábados e domingos para administração de vacinas, inclusive às crianças e jovens.

Em julho de 2021, o CVC de Abrantes vacinou cerca de 800 utentes por dia e no fim de semana de 21 e 22 de agosto de 2021, foram vacinados mais de 730 jovens, entre os 12 e os 15 anos de idade, de Abrantes, Constância, Sardoal, Mação e Ponte de Sor.

A partir do próximo mês de janeiro, a vacinação contra a Covid-19 passa a ser realizada no Centro de Saúde de Alferrarede e nas Unidades de Saúde Familiar Beira Tejo, em Rossio ao Sul do Tejo, e D. Francisco de Almeida, em Abrantes.

Jéssica Filipe

Atualmente a frequentar o Mestrado em Jornalismo na Universidade da Beira Interior. Apaixonada pelas letras e pela escrita, cedo descobri no Jornalismo a minha grande paixão.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *