A apresentação do livro "Avós: Raízes e Nós" decorre esta terça-feira em Abrantes, no espaço 'Sr. Chiado'. Foto: DR

A apresentação do livro “Avós: Raízes e Nós”, obra coletiva que reúne 58 testemunhos, decorre esta noite de terça-feira no centro histórico de Abrantes, no espaço Sr. Chiado, na Praça Raimundo Soares,  às 21h30, numa conversa sobre os autores e o que os atam aos avós.

O livro “Avós: Raízes e Nós” pretende homenagear os avós, num tempo de pandemia de covid-19, em que muitos se viram afastados dos netos por força da contingência e cuidados impostos pela segurança e prevenção na propagação do vírus.

A obra coletiva reúne testemunhos de 58 autores tendo os textos sido reunidos e organizados por Aida Baptista, Ilda Januário e Manuela Marujo, e compilados numa obra de duzentas páginas recheadas de memórias, saudade, lembranças e emoções.

“Trata-se de uma obra coletiva que reúne textos de 58 autores, muitos deles já avós, que vivem em diferentes partes do país e do mundo e evocam memórias dos seus avós, proporcionando-nos uma interessante visão de um Portugal plural, já passado mas ainda não esquecido”, pode ler-se na informação sobre a obra.

Paula Mourato

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.