Projeto ‘Rotas de Mação’

Este artigo ‘À Descoberta’ integra um conjunto de crónicas quinzenais no jornal mediotejo.net onde se pretende dar a conhecer o Projeto ‘Rotas de Mação’ e tudo aquilo que gira em seu redor. Nascido em julho de 2018, durante um Evento de Geocaching em Ortiga, o principal objetivo é a dinamização do turismo de natureza no concelho de Mação com criação de valor para todos. Dos 700 locais mapeados, Leonel Mourato dá-nos hoje um best of dos 50 locais que não podemos deixar de visitar em Mação.

1 – DEFINIÇÃO – É uma das principais ferramentas de trabalho e orientação do Projecto ROTAS DE MAÇÃO. Identifica no terreno, cada local, ponto ou ROTA que percorre o concelho, permitindo às equipas de trabalho, numa primeira fase, e aos Pedestrianistas, como resultado final, a caracterização dos locais mais notáveis.

2 – ESTRATÉGIA – Foram criadas 14 equipas de trabalho, envolvendo 98 pessoas. Cada equipa era constituída por voluntários e autarcas da CM-Mação, das Juntas/União das Freguesias. Cada equipa foi distribuída por Freguesia e tinha a Missão de identificar os locais que contavam uma história. A cada freguesia foi dado um número. Dentro desse número existiam 999 posições.

3 – CONTRIBUTOS HISTÓRICOS – Os locais identificados, foram alvo de recolhas de informação junto da população mais idosa e diversas Instituições Concelhias. As histórias, as memórias, as lendas, as fotos ficaram espelhadas nessas recolhas. Assim, todos se reveem neste PASSAPORTE.

4 – MAPEAMENTO GEOGRÁFICO DOS LOCAIS – Foram identificados cerca de 700 locais, distribuídos por 6 freguesias. Foi calculada e identificada a coordenada geográfica de cada um e foi atribuído um grau de dificuldade a cada local, em virtude do terreno.

5 – GRAU DE DIFICULDADE – Acessivel a pessoas com mobilidade reduzida, Fácil, Moderado, Difícil, e Muito Difícil.

6 – TIPO DE ROTEIROS – Cada local foi inserido num Roteiro, em função da sua característica: ROTEIROS DA ÁGUA (praias, ribeiras, pesqueiras, termas), ROTEIROS DOS OFICIOS (moinhos, azenhas, lagares, cooperativas, noras, estruturas industrias antigas), ROTEIROS DAS FONTES E NASCENTES (fontes, poços e minas), ROTEIROS DA GEOLOGIA (Geossitios, grutas, buracas e penedos), ROTEIROS DAS ALDEIAS, ROTEIROS DAS ESCOLAS E ASSOCIAÇÕES (Sedes sociais, zonas desportivas e culturais), ROTEIROS DAS OBRAS DE ARTE, EDIFICIOS E LOCAIS DE CULTO RELIGIOSO (igrejas, capelas, nichos, torres do relógio, cruzeiros, pelourinhos, coretos, cemitérios), ROTEIROS DAS PAISAGENS (miradouros, parques, vértices geodésicos), ROTEIROS DA HISTÓRIA E PRÉ-HISTÓRIA (Arte rupestre, Antas, Pontes Antigas, Castros, Conheiras), ROTEIROS DO GEOCACHING, e ROTEIROS DE OUTROS LOCAIS DE INTERESSE.

7 – BEST OF – Foi o trabalho mais difícil. Após a identificação dos 700 locais, havia que fazer uma seleção dos 50 melhores. Aqueles que quem visita Mação, não deve perder. Em virtude das reuniões presenciais estarem proibidas pela situação do COVID-19, todo o STAFF das ROTAS, reuniu por VIDEO-CONFERENCIA, através de Plataformas informáticas, a partir de diversos pontos do País (Setúbal, Lisboa, Santarém, Mação, Coimbra, Abrantes e Porto).

O resultado final, prevê um equilíbrio por freguesia e por tema do local. Foram estes os designados e que vão constar no MAPA VIRTUAL do PORTAL TURISTICO das ROTAS DE MAÇÃO.

AMÊNDOA – Cruzeiro (N 39 39.609 W 008 04.013), Torre da antiga Igreja de Nsa Sra da Conceição (IIM), (N 39 39.528 W 008 04.008), Castro de S. Miguel (IIN) (N 39 40.088 W 008 03.881), Poço Mourão (N 39 38.509 W 008 03.986), Mina de Água no Pé da Serra (N 39 39.290 W 008 01.865).

CARDIGOS – Praia Fluvial (N 39 42.568 W 008 00.848), Igrejas Matrizes (N 39 41.706 W 008 01.224), Praça José de Oliveira Tavares Júnior (N 39 41.691 W 008 01.124), Capela da Serra de Santo António do Pico (N 39 39.512 W 007 59.383), Anta da Laginha (N 39 42.514 W 007 59.001).

CARVOEIRO – Praia Fluvial (N 39 37.788 W 007 55.404, Alto do Poio – Rouqueira (N 39 37.656 W 007 53.010), Laje (Abandonada) (N 39 38.130 W 007 58.560), Capela da Santa Casa da Misericórdia (N 39 37.403 W 007 55.361), GEOSSÍTIO Estruturas erosivas Fragas de Degolados (PR3) (N 39 36.347 W 007 55.981).

ENVENDOS – Cascata e escola de escalada do Pego do Cabril (N 39 35.130 W 007 55.873),  Azenha do Cavaco/Pego do Morena (N 39 34.969 W 007 56.589), Radio Farol Navegação Aerea VOR NISA (N 39 33.887 W 007 54.776), Cooperativa Agrícola das Matas (N 39 31 720 W 007 51 003), Antiga Barca da Amieira (N 39 31.446 W 007 50.185), Parque Arqueológico e Ambiental do Ocreza (N 39 32.769 W 007 49.513), Cascata do Pego da Rainha (N 39 34.538 W 007 49.640), Ponte Romana da Ladeira de Envendos (N 39 37.430 W 007 51.100), Buraca da Moura Ladeira (N 39 36.243 W 007 51.164), Vértice Geodésico do Castelo Velho (Serra da Zimbreira) (N 39 34.213 W 007 49.551).

ORTIGA – Estação Arqueológica (Balneário Romano) de Vale de Junco (N 39 28.814 W 008 01.681), Anta da Foz do Rio Frio (N 39 28.449 W 008 03.802), Praia Fluvial de Ortiga (N 39 28.978 W 008 00.152), Miradouro Natural da Formosa (N 39 29.505 W 008 00.764), Nucleo Museológico de Ortiga (Museu de Mação) (N 39 29.090 W 008 01.075), Miradouro Natural da Boavista (N 39 28.527 W 008 00.857).

UNIÃO DAS FREGUESIAS MAÇÃO, PENHASCOSO E ABOBOREIRA – Museu de Arte Pré-Histórica e do Sagrado no Vale do Tejo (N 39 33.419 W 007 59.613), Igreja Matriz (N 39 33.235 W 007 59.885), Miradouro do Cabeço da Cruz (N 39 34.448 W 008 00.022), Ponte de Mação / Ponte da Ladeira d’El-Rei (Romana) (N 39 33.148 W 008 00.062), Cascatas do Chão do Brejo, Castelo (N 39 36.898 W 007 59.703), Parque de Merendas do Brejo, Castelo (N 39 37.187 W 007 59.301), Miradouro da Serra do Bando (N 39 36.710 W 007 58.213), Baloiço Panorâmico da Serra do Bando (N 39 36.604 W 007 58.285), Capela de São Gens, Santos, (N 39 35.848 W 007 58.715), Ponte Velha das Casas da Ribeira (N 39 34.39′ W 007 58.726), Bica do Chorro, Caratão (N 39 34.643 W 007 57.808), Castelo Velho do Caratão (N 39 34.615 W 007 57.653), Ponte do Estreito, Aziral (N 39 34.710 W 007 57.562), Estação Arqueológica de Cobragança, Caratão, (N 39 35.175 W 007 58.499), Fonte Velha, Penhascoso (N 39 32.791 W 008 02.330), Miradouro natural da Serra do Corvo, Queixoperra, N 39 33.575 W 008 03.969), Cascata da Penha do Avento, Aboboreira, N 39 35.279 W 008 02.676), Cerro do Outeiro, Aboboreira, (N 39 36.854 W 008 04.917), GEOSSÍTIO Poço das Talhas Marmitas das Azenhas (PR5), Queixoperra (N 39 32.585 W 008 03.995).

 

ROTEIRO E PORTAL TURÍSTICO. É a base de toda a informação. Será os “nossos olhos” para o Mundo. Será assim que nos vamos mostrar. O MAPA VIRTUAL, que falaremos em próximas crónicas, reúne um conjunto de camadas, para permitir ao Turista uma escolha acertada e bem informada dos locais a visitar.

Pode a partir do seu PC ou Smartphone, escolher a sua ROTA, sendo-lhe disponibilizada toda a informação.

Igualmente está a ser criado um ROTEIRO TURISTICO, de forma lúdica e divertida, sugerindo os locais a visitar em cada zona e indicando os alojamentos/restaurantes das proximidades.

MAÇÃO – MAIS QUE UM DESTINO. UMA ORIGEM.

Leonel Mourato

Nasceu em Ortiga (Mação). Vive no Porto. Empregado Bancário de profissão.
Caminha por aí, quase sempre sozinho, quase sempre de preto.
Apaixonado pelos lugares desconhecidos, singulares, perdidos e abandonados.
Ama a sua terra natal e o seu concelho. São os lugares mais bonitos do mundo.
Coordenador do Projeto ROTAS DE MAÇÃO outdoor.
Geocachingworld é o seu mundo.
O seu Lema: “Enquanto a tua estrada não terminar, percorre-a. Serás sempre mais feliz”.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.