Créditos: Pixabay

A empresa Canguru Foods Lda apresentou candidatura para instalar a sua atividade na zona industrial de Abrantes (zona sul) para criação de uma unidade industrial que inciderá na produção e investigação no setor da canábis medicinal. A empresa ambiciona criar 25 a 30 postos de trabalho até 2028.

Está em causa um investimento de cerca de 3 milhões de euros, com a empresa a querer fixar a sua atividade, com construção de uma unidade produtiva e laboratorial, em Abrantes, para desenvolver o projeto Bios MCN (Medical Cannabis Nurseries) enquanto fornecedor business-to-business (B2B) de clones de canábis.

A empresa apresentou uma candidatura, que foi aprovada por unanimidade em reunião de Câmara do dia 10 de janeiro, para a aquisição de uma parcela com a área de 6.241,81 m2 no Parque Industrial de Abrantes – Zona Sul.

Para o presidente da Câmara Municipal de Abrantes, Manuel Jorge Valamatos, este é um investimento bem-vindo. “É com grande agrado que vemos a instalação deste laboratório na nossa zona industrial, junto ao Parque de Ciência e Tecnologia”, notou. O edil confirmou ainda que a outra empresa no setor da canábis medicinal que se propôs instalar atividade na antiga RPP Solar, junto à Central do Pego, tem o seu processo encaminhado e que segue agora os trâmites legais na especialidade.

Foto: iStock

Já a empresa Canguru Foods Lda, sociedade comercial por quotas, com sede na Rua Cidade Nova de Lisboa, ambiciona, segundo a autarquia, instalar em Abrantes o seu negócio “que visa ajudar o setor médico da canábis a crescer, reduzindo os riscos e os custos do cultivo comercial”.

Nos planos está a instalação de uma unidade industrial para a produção e investigação na área da canábis medicinal e que pretende criar 25 a 30 postos de trabalho até 2028.

A empresa aguarda aprovação junto do INFARMED sobre o processo de autorização para cultivo da planta da canábis para fins medicinais. Segundo a autarquia, assim que esteja concluído esse procedimento, a empresa compromete-se a dar início aos trabalhos de preparação do lote e construção do edifício na zona industrial de Abrantes.

“A Canguru Foods tem como sócio gerente Michael Graham Parkes, um cientista de sistemas altamente qualificado com mais de 15 anos de experiência em grandes organizações complexas nos setores da alimentação, telecomunicações e energia”, releva a autarquia em nota enviada à imprensa.

Por fim, a empresa prevê a sua expansão na área da investigação, possibilitando “pela sua proximidade com o Tagusvalley – Parque de Ciência e Tecnologia de Abrantes, criar uma sinergia para inovações tecnológicas”.

Joana Rita Santos

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *