Abrantes mobiliza-se no apoio ao povo da Ucrânia. Foto: mediotejo.net

Termina esta sexta-feira, dia 18 de março, a recolha de bens no âmbito da campanha de solidariedade para com as vítimas da guerra na Ucrânia, promovida pela Rede Social de Abrantes. O Município apela nestes últimos dias ao espírito benevolente e solidário da comunidade para que possa doar os produtos necessários, de forma a atingir as 24 toneladas de bens que irão seguir num camião até à fronteira com a Ucrânia para servirem o apoio aos refugiados. Abrantes acolheu já 14 cidadãos ucranianos, mas além destes definiu possibilidade de acolhimento de até 70 refugiados. Esta semana deverão chegar mais 30 cidadãos que vêm em busca de um porto seguro e de uma nova vida, numa nova terra disposta a acolhê-los de braços abertos.

Em declarações ao mediotejo.net, a vereadora com o pelouro da Ação Social da Câmara Municipal de Abrantes, Raquel Olhicas, deu conta de que a campanha continua a decorrer e que apesar da contribuição e adesão estarem a ser positivas, “quanto mais melhor”.

A vereadora explicou que, mesmo atingindo o limite de 24 toneladas de bens a enviar por camião para os refugiados que se encontram na fronteira, estas doações irão ser necessárias e atribuídas para apoio aos cidadãos que estão gradualmente a ser acolhidos no concelho de Abrantes. De momento 14 já estão em terras abrantinas, em diversos regimes de acolhimento, desde a Santa Casa da Misericórdia, a casas de acolhimento familiar e numa quinta.

ÁUDIO | Raquel Olhicas, vereadora da Câmara Municipal de Abrantes

A autarquia espera receber mais 30 migrantes ainda esta semana. Da lotação total de 70 refugiados que é possível Abrantes acolher, 30 ficarão ao cuidado do Padre António Castanheira, através da Paróquia de Abrantes – São Vicente e São João. Outros 40 chegarão através da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo, do Município de Abrantes e por via de outros organismos nacionais.

Raquel Olhicas, vereadora da CM Abrantes. Foto: mediotejo.net

Os refugiados “vão chegando”, diz Raquel Olhicas, pelo que a comunidade é convidada a “continuar a doar”, porque toda a ajuda é bem-vinda.

O camião que levará os bens até à fronteira para doar à Ucrânia irá efetuar o carregamento na manhã de segunda-feira em Abrantes, e deverá avançar para a Hungria ou Roménia, sendo que está a ser desaconselhada a fronteira polaca que está sobrecarregada e apresenta algum caos para a entrada de ajuda humanitária. A situação será definida com o Comité Internacional da Cruz Vermelha nos próximos dias, instituição que está no terreno a apoiar os refugiados ucranianos e com quem o Município está em contacto.

O próximo fim-de-semana será dedicado a organizar, fazer triagem e preparar os bens para o carregamento na segunda-feira. “É natural que dia 18 seja o dia de maior afluência, e por isso vamos estar sábado e domingo a triar e a arrumar”, assume Raquel Olhicas.

Recorde-se que o Município de Abrantes arrancou com a campanha solidária de recolha de bens a 4 de março através da Rede Social, e esta tem estado a decorrer a bom ritmo.

Foto: Pixabay

Além da recolha de bens alimentares, material de primeiros socorros, entre outros, as necessidades passam também por proporcionar habitação, trabalho, acesso ao ensino, entre outras questões que decorrem do acolhimento e integração a refugiados.

Até sexta-feira, dia 18, o Município reforça o apelo para que a comunidade contribua nesta campanha, podendo os bens ser entregues em todas as sedes das Juntas de Freguesia do concelho de Abrantes, de 2ª a 6ª, entre as 9h e as 17h, e na Delegação de Abrantes da Cruz Vermelha Portuguesa, de 2ª a 6ª, entre as 9h00 e as 20h00, e aos sábados, das 9h00 às 18h00.

Também o Quartel dos Bombeiros de Abrantes é ponto de recolha, podendo aqui ser entregues bens todos os dias, a qualquer hora.

Lista de bens e produtos tidos como mais necessários:

– produtos de higiene para adulto e criança (escovas/pasta de dentes, gel de banho/shampoo, toalhitas, pensos higiénicos/tampões, resguardos descartáveis, fraldas, creme muda fralda);

– material de primeiros socorros (soro fisiológico, pensos rápidos compressas, ligaduras, betadine em pomada/biafine, luvas, paracetamol e adesivos);

– sacos-cama, cobertores térmicos, lanterna/pilhas;

– alimentos não perecíveis (enlatados, barras de cereais/papas, bolachas, arroz e massas, chá/café em pó, leite em pó para adultos e crianças, nozes/frutos secos, sumos, água e leite);

– comida para animais.

Para mais informações deve contactar-se 966 919 490 (CM Abrantes) e 241 372 910 (Delegação de Abrantes da Cruz Vermelha).

NOTÍCIA RELACIONADA

Abrantes acolhe 32 refugiados e disponibiliza Gabinete de Apoio ao povo ucraniano (c/áudio)

Joana Rita Santos

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.