Exercício militar em VN Barquinha vai preparar contigente para República Centro Africana. Foto: Serrano Rosa

A Brigada de Reação Rápida, do Exército Português, vai realizar em Vila Nova da Barquinha nos dias 29, 30 e 31 de janeiro e 1 de fevereiro um exercício de planeamento da 5ª Força Nacional Destacada para a República Centro Africana denominado “BANGUI 191” e em que serão utilizados meios aéreos e desenvolvidas simulações de ataques com as missões a decorrerem em horário diurno.

As atividades deste exercício decorrerão em quase toda a extensão do território de Vila Nova da Barquinha, como sejam o Campo de Futebol da Atalaia, o Complexo Desportivo da Moita do Norte, junto das Piscinas, o Parque Ribeirinho e Centro Cultural, em Vila Nova da Barquinha, a Zona norte da freguesia de Tancos, o Polígono Militar de Tancos – Norte do Castelo de Almourol, e a região a este da Pista de Aviação de Tancos.

Serão utilizados meios aéreos, simulações de ataques (com munições de salva), realização de reuniões em edifícios públicos, circulação de viaturas e ações de patrulhamento.

A Brigada de Reação Rápida, do Exército Português, vai realizar em Vila Nova da Barquinha nos dias 29, 30 e 31 de janeiro e 1 de fevereiro um exercício de planeamento da 5ª Força Nacional Destacada para a República Centro Africana. Foto: Serrano Rosa

De forma a serem atingidos os objetivos propostos, as forças participantes irão realizar missões em horário diurno. Desde o planeamento inicial, foi dedicado um cuidado especial com o impacto do ruído e transtorno por ele causado às populações nas áreas de operações.

Mário Rui Fonseca

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *