Centro Cultural de Vila Nova da Barquinha recebe 'As três velhas' este sábado. Foto: DR

O teatro vai estar em destaque na noite de sábado no Centro Cultural de Vila Nova da Barquinha com a comédia “As Três Velhas”, de Jodorowsky, encenada pelo Grupo Espaço 0 – Artes Comunicantes. Com encenação de José Conchinha e interpretação de Júlia Ceríaco, Pedro Granchinho e Sandro Ferreira, o espetáculo principia às 21h30, é para maiores de 18 anos e tem entrada livre.

Com duração prevista de 60 minutos, a peça é descrita como um misto de “terror e humor. Um texto intenso, polémico, excessivo, por vezes vernáculo. O drama mistura-se com a comédia. Segundo o autor, é um “melodrama grotesco” que “também serve para refletir”:

A peça é assim descrita na sinopse:

“Numa mansão em ruínas vivem duas marquesas, decadentes e octogenárias, acompanhadas pela criada centenária. Estão devastadas pela fome e pelo abandono. Três criaturas carcomidas pelo tempo. Numa única noite de assombrações e revelações, as histórias dessas estranhas personagens serão transformadas para sempre. No final confirma-se a metáfora sempre presente.

Nas entrelinhas, vislumbra-se uma crítica redundante ao sistema de patrocínios, à mercadoria que domina a vida das pessoas e ao próprio capitalismo que compra tudo. A publicidade impregnada de crueldade! Membros de uma classe que se perdeu na efemeridade do tempo, passam a propagandistas de refrescos”.

Mário Rui Fonseca

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.