Foto: CMVR

O Município de Vila de Rei já tem disponíveis 114 camas no Hotel da vila, propriedade da autarquia e concessionado. A Câmara Municipal de Vila de Rei frisa que esta resposta servirá para fazer face a alguma “eventualidade” e “para estarmos precavidos”, apelando à tranquilidade e bom senso da população por forma a evitar alarmismo.

O Hotel de Vila de Rei, enquanto infraestrutura que é propriedade da Câmara Municipal, funciona como Unidade de Retaguarda,  que centraliza um conjunto de “circuitos já montados, entre limpos e sujos”, referiu o vice-presidente da CM Vila de Rei, em declarações ao mediotejo.net

Paulo César Luís, vice-presidente da Câmara de Vila de Rei, referiu ao mediotejo.net que o município reuniu com “a Direção-Geral da Saúde, através da Delegada de Saúde, com o Centro de Saúde e com a Proteção Civil, tendo sido formulado um plano com circuitos e a montagem de 80 camas nos dois salões do hotel”.

Esta medida acontece em concertação entre o Município, a direção do Hotel de Vila de Rei e as IPSS do concelho. “Todas as IPSS disponibilizaram roupas, a Santa Casa da Misericórdia disponibilizou camas e colchões, e por isso conseguimos colocar lá as 80 camas, mais as 34 que o hotel já tem. Temos a infraestrutura pronta, também com a ajuda dos Bombeiros Municipais de Vila de Rei, Proteção Civil, DGS e Centro de Saúde”, indicou Paulo César Luís.

O objetivo é “mais do que ter um plano, ter infraestrutura pronta para responder a uma eventual situação de emergência, que se espera que não venha a acontecer”, concluiu o vice-presidente.

O Município de Vila de Rei encontra-se também a distribuir equipamentos de proteção individual pelas IPSS e unidades de Proteção Civil (Bombeiros e GNR) do concelho.

Segundo informação da autarquia, do lote de material a entregar constam luvas (com parte delas a serem cedidas pela Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade); máscaras Cleanroom, máscaras cirúrgicas, máscaras FFP2, fatos de proteção, cobre-sapatos em polietileno branco, toucas descartáveis, mangas descartáveis, óculos de proteção, aventais descartáveis, viseiras (criadas e oferecidas por Paulo Mendes, da freguesia da Fundada).

A autarquia refere que “parte deste material foi já distribuído, sendo que será totalmente entregue às devidas instituições nos próximos dias”.

Ricardo Aires, presidente da CM Vila de Rei, afirma ainda em comunicado que “o Município de Vila de Rei encontra-se a trabalhar com o objetivo de proporcionar as devidas medidas preventivas face ao alastrar desta epidemia global”, medidas onde se insere a estruturação da Unidade de Retaguarda no Hotel Vila de Rei, bem como a distribuição de equipamentos de proteção individual.

O autarca sublinha que tal pretende proteger e salvaguardar que “todos estes homens e mulheres que se encontram na linha da frente no combate a este vírus possam estar devidamente equipados, protegendo-se a si e a todos aqueles com quem contactam durante o seu importantíssimo trabalho. A função de todos estes profissionais é de grandessíssima importância e nunca é de mais louvar o esforço que todos têm feito em prol da comunidade”.

Por outro lado, agradece o autarca agradece !a total disponibilidade dos representantes do Hotel Vila de Rei na cedência do espaço e às IPSS do concelho que auxiliaram através da cedência de equipamento para criação da Unidade de Retaguarda”, conclui.

Joana Rita Santos

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.