Vila de Rei alerta para perigos das primeiras chuvas. Foto: DR

O Serviço Municipal de Proteção Civil (SMPC) de Vila de Rei apelou esta sexta-feira à população para adotar medidas de autoproteção face aos perigos das primeiras chuvas, que se podem revelar ameaça à circulação rodoviária e até a inundações devido a obstrução de escoamento e outros. Por outro lado, a autarquia decidiu antecipar para domingo o fecho da piscina descoberta, tendo em conta as previsões meteorológicas que apontam para chuva nos próximos dias.

O SMPC de Vila de Rei refere ser esperada nos próximos dias “a passagem de uma superfície frontal com a ocorrência de períodos de precipitação forte” e, com isso, poderão suceder “acontecimentos como inundações causadas por acumulação de águas pluviais por obstrução dos sistemas de escoamento, infiltrações de água, situações de piso rodoviário escorregadio (formação de lençóis de água ou presença de óleos) ou arrastamento para as vias rodoviárias de objetos soltos ou desprendimento de estruturas móveis que podem causar acidentes com veículos ou transeuntes na via pública”.

Apela a Proteção Civil municipal “para uma atitude pró-ativa dos cidadãos, nomeadamente assegurando a desobstrução dos sistemas de escoamento de águas pluviais dos quintais, ou varandas e a limpeza de sarjetas, algerozes e caleiras dos telhados de habitações”.

Por outro lado, reforça que é “essencial” a verificação dos sistemas de drenagem urbana e a sua operacionalidade, recomendando “a remoção de folhas caídas das árvores, areias e pedras que ali se depositaram previamente à época das chuvas”.

Vila de Rei antecipa fecho de piscina descoberta para poupar água

O Município de Vila de Rei decidiu antecipar para este domingo o encerramento da piscina descoberta, que deveria fechar no término da época balnear, a 15 de setembro, como uma medida de poupança de água. A piscina descoberta fechará este domingo, dia 11, pela “importância e necessidade de poupança de água, visto que este é o equipamento municipal que mais água consome para o seu pleno funcionamento”.

Justifica a autarquia, em comunicado, que toma esta medida “para mitigar os efeitos da seca que tem assolado o território nacional”.

Por outro lado, a previsão de chuva e descida de temperatura esperada para os próximos dias “seria menos convidativo para os banhistas e levaria a uma menor afluência de utilizadores da piscina”, assumindo a autarquia que esta semana já se registou menor afluência àquele piscina descoberta.

Piscinas descobertas de Vila de Rei. Foto: CMVR

A época balnear termina a 15 de setembro, e quem quiser aproveitar para um último mergulho poderá optar pelas praias fluviais do concelho, que disponibilizam até essa data todas as infraestruturas, que estarão “a funcionar na sua plenitude”, nas praias de Fernandaires, Penedo Furado, Bostelim e Pego das Cancelas.

Joana Rita Santos

Formada em Jornalismo, faz da vida uma compilação de pequenos prazeres, onde não falta a escrita, a leitura, a fotografia, a música. Viciada no verbo Ir, nada supera o gozo de partir à descoberta das terras, das gentes, dos trilhos e da natureza... também por isto continua a crer no jornalismo de proximidade. Já esteve mais longe de forrar as paredes de casa com estantes de livros. Não troca a paz da consciência tranquila e a gargalhada dos seus por nada deste mundo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.