Escola e empresas de Tramagal vão dar formação especializada em contexto laboral. Foto: mediotejo.net

Empresas, autarquia de Abrantes e de Tramagal, e Agrupamento de Escolas de Abrantes estão a apostar no reavivar da Escola EB 2,3 Octávio Duarte Ferreira de Tramagal, tendo firmado um protocolo que vai permitir a oferta de cursos inovadores em contexto laboral nas áreas da soldadura e da metalurgia e metalomecânica. A oferta de novos cursos e o investimento na requalificação daquele estabelecimento de ensino podem ser os passos seguintes. Para já, é com expectativa que se aguarda pela resposta da sociedade no que respeita às inscrições dos alunos.

Junta de Tramagal, Câmara de Abrantes, Agrupamento de Escolas e empresas de mãos dadas num projeto que visa dar um novo impulso à Escola de Tramagal com a oferta de cursos de formação profissional em contexto laboral. Foto: mediotejo.net

“Este protocolo resulta de uma reflexão que foi feita pela comunidade educativa no sentido de perceber que contributo poderíamos dar para, tirando partido das potencialidades que existem no território, nomeadamente no Tramagal, conseguir dar um novo impulso à Escola Octávio Duarte Ferreira e ao mesmo tempo contribuir para o mundo empresarial que aqui está instalado”, disse ao mediotejo.net o diretor do Agrupamento de Escolas nº 2 de Abrantes, ao qual a escola tramagalense pertence, Alcino Hermínio.

Trata-se de um protocolo que vai permitir o desenvolvimento no contexto laboral de cursos profissionais de técnico de soldadura e técnico de manutenção industrial de metalurgia e metalomecânica, e que vai funcionar já no próximo ano letivo na Escola Básica e Secundária Octávio Duarte Ferreira.

“É um momento para comemorar porque estes cursos dão uma nova oferta e uma nova esperança, e porque assentam na história e na tradição industrial do Tramagal. É uma via aberta para os alunos em termos de saídas profissionais e uma boa aposta para o futuro”, disse, por sua vez, o socialista Vitor Hugo Cardoso, presidente da Junta de Freguesia de Tramagal.

António José Carvalho, membro da Assembleia de Freguesia de Tramagal eleito pelo MIFT, destacou a concertação de trabalho político para se atingir este objetivo e para se poder oferecer algo de novo e com perspetivas de futuro para a escola de Tramagal, que assinala 50 anos de existência.

“É um momento de grande esperança e alegria para o Tramagal”, vincou, tendo destacado a qualidade e a importância dos cursos de formação profissionais em causa, a par de mais valia da componente prática em contexto laboral. Expectativas que se estenderam à vereadora com o pelouro da Educação da Câmara de Abrantes, Celeste Simão, e aos empresários presentes, nomeadamente Jorge Rosa, CEO da MFTE, e Joaquim Dias Amaro, administrador da Frutrifer, do Grupo Diorama.

Empresas, autarquia e Agrupamento de Escolas de Abrantes estão a apostar no reavivar da Escola EB 2,3 Octávio Duarte Ferreira de Tramagal, tendo firmado um protocolo que vai permitir a oferta de cursos inovadores em contexto laboral nas áreas da soldadura e da metalurgia. Foto: mediotejo.net

O protocolo formal foi assinado no dia 6 de junho, na Escola E.B.2,3/S Octávio Duarte Ferreira entre a Câmara de Abrantes, a Junta de Freguesia de Tramagal, o Agrupamento de Escolas nº 2 de Abrantes, e as empresas Mitsubishi Fuso Truck Europe e Futrimetal, empresa do Grupo Diorama, perante a presença da comunidade educativa, dos vereadores Manuel Jorge Valamatos e Celeste Simão (PS), Armindo Silveira (BE), representantes do Executivo e da Assembleia de Freguesia de Tramagal, empresários, e encarregados de educação e alunos, que festejavam naquele dia o final do ano letivo com uma festa e um convívio que a todos envolveu.

O protocolo institui a relação de cooperação entre as 5 entidades de forma a assegurar o funcionamento dos cursos profissionais Técnico de Soldadura e Técnico de Manutenção Industrial de Metalurgia e Metalomecânica (nível IV), em articulação com o tecido empresarial, permitindo aos futuros alunos o contacto com a realidade e a futura profissão, logo a partir do 1º ano.

Os dois cursos serão lecionados na Escola Básica e Secundária Octávio Duarte Ferreira, já a partir do próximo ano-letivo. Como fator de inovação, os alunos usufruirão de formação em contexto de trabalho nas empresas instaladas no Tramagal, Mitsubishi Fuso Truck Europe e Futrimetal.

Esta nova oferta formativa, articulada com as necessidades de mão-de-obra especializada por parte das empresas, resulta de um trabalho de concertação e diálogo envolvendo a Câmara de Abrantes, os diretores da escola e do agrupamento, as empresas, a Junta de Freguesia e a Assembleia de Freguesia do Tramagal, estando alinhada com o Projeto Educativo Municipal (PEM), nomeadamente nos eixos da oferta formativa no concelho.

Mário Rui Fonseca

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.