Foto ilustrativa Fonte: Pixabay

O executivo municipal de Torres Novas aprovou por maioria na sessão de quarta-feira, 6 de março, o lançamento da empreitada para a reabilitação do Largo General Humberto Delgado. O Bloco de Esquerda (BE) votou contra por não considerar a obra prioritária (esta resulta de o município ter recebido mais Imposto Municipal sobre Transições que o esperado), gerando-se um debate em torno de um parque de autocaravanas que estava previsto nascer no local, segundo os documentos que foram disponibilizados à vereadora Helena Pinto (BE). Consultado o projeto final, já no fim da reunião, comprovou-se serem afinal apenas alguns lugares de estacionamento equipados para as necessidades destes veículos.

Segundo nota de imprensa municipal sobre a obra, “estão previstas diversas intervenções no espaço, nomeadamente: drenagens de águas pluviais, drenagem de águas residuais domésticas, abastecimento de águas, plano de plantações (árvores, arbustos, relvados), rede de rega, iluminação pública, rede de baixa tensão, iluminação de zonas desportivas, rede de telecomunicações e rede de wi-fi exterior público, medidas de acalmia de tráfego, sinalização vertical e horizontal, parque de autocaravanas (estação de descarga), parque infantil e sinalética informativa”.

Na reunião foi ainda mencionado que será concessionado um espaço para a construção de um bar por privados.

Foto: CM Torres Novas

O orçamento previsto é de 331.500 euros mais IVA, com um prazo de execução de 180 dias.

O tema levantou muitas dúvidas à vereadora do BE que insistiu para que lhe fosse apresentado o projeto da obra, uma vez que já só teve conhecimento do plano de execução. O PSD acabaria por abster-se.

Cláudia Gameiro

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.