Ilustração de João Vaz Carvalho Foto: João Vaz Carvalho

Os Prémios de Ilustração iJungle 2021, uma competição europeia que premeia trabalhos de ilustração de todo o mundo, distinguiu nesta edição uma obra do artista João Vaz Carvalho para a Biblioteca Municipal de Torres Novas. Na categoria “comercial” a ilustração “Almonda – Al mundo, um rio à nossa volta” foi uma das vencedoras.

Em declarações ao mediotejo.net, João Vaz Carvalho admitiu que “é sempre  estimulante ver o nosso trabalho distinguido, sobretudo em terras onde vingam outras culturas. Tem um sabor especial saber que o trabalho que fazemos é avaliado pelo seu valor intrínseco e não por outros motivos”. O artista, a residir em Oeiras, agradece ainda à “Biblioteca Municipal Gustavo Pinto Lopes e ao Município de Torres Novas por esta oportunidade. O prémio é um simpático brinde extra, digamos assim, que se veio somar ao prazer que foi realizar este trabalho”.

Este “Almonda – Al mundo, um rio à nossa volta” foi uma encomenda da Biblioteca Municipal de Torres Novas, “com a finalidade de ser utilizado como imagem do projeto” com o mesmo nome.

“Destinava-se a ser reproduzido numa grande tela na fachada principal da  biblioteca e, eventualmente, noutros locais. Também se pretendia a possibilidade de servir de base a materiais de merchandising referentes ao mesmo projeto”, recorda.

João Vaz Carvalho inspirou-se na biodiversidade da bacia do Almonda Foto: João Vaz Carvalho Facebook

No seu processo de construção do conceito, o artista procurou “recolher todos os dados possíveis sobre a biodiversidade da bacia do Almonda. Para isso foi-me cedida alguma literatura  sobre a matéria, que depois vim a complementar com uma pesquisa pessoal”.

“A ideia central  era representar tanto quanto possível a biodiversidade da região, numa imagem visualmente apelativa, um tanto realista de modo a que pudessem ser identificadas algumas das  espécies emblemáticas da região, mas sempre filtradas através da minha linguagem pessoal”, explica ao mediotejo.net.

Com o trabalho realizado, houve uma conjugação de datas que permitiu levar a imagem a concurso. A ilustração figura como uma de várias imagens que foram selecionadas como vencedoras da competição, na categoria “comercial”.

Cláudia Gameiro

Cláudia Gameiro, 32 anos, há nove a tentar entender o mundo com o olhar de jornalista. Navegando entre dois distritos, sempre com Fátima no horizonte, à descoberta de novos lugares. Não lhe peçam que fale, desenrasca-se melhor na escrita

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.