Sindicato dos Jogadores critica gestão da SAD do Fátima e apela à Federação. Foto: DR

O Sindicato dos Jogadores Profissionais de Futebol (SJPF) condenou a “desastrosa gestão” da SAD do Fátima e pediu à Federação Portuguesa de Futebol (FPF) para por “termo” a uma “situação que degrada a imagem do futebol” nacional.

Em comunicado divulgado na sexta-feira, o organismo liderado por Joaquim Evangelista perspetiva “uma época muito difícil” para a equipa de Santarém e aponta “comportamentos graves” por parte da sociedade anónima, que foi declarada insolvente em junho, com os jogadores a reclamarem salários em atraso.

“O SJPF teve sempre uma postura de boa fé e na proteção dos jogadores, perante uma desastrosa gestão que culminou com a insolvência da SAD. Foi liquidado o Fundo de Garantia Salarial e celebrado um acordo para liquidação das dívidas aos jogadores, que foi incumprido logo após a primeira prestação”, manifestou o sindicato, recordando que na época passada foram assinados “múltiplos falsos vínculos amadores”, que deixaram os jogadores “numa situação de forte precariedade laboral”.

Já esta época, segundo o SJPF, os dirigentes do Fátima promoveram “alguns contratos que são, manifestamente, uma forma de fugir ao regime do contrato de trabalho desportivo”, havendo o risco de “voltar a deixar os jogadores numa situação de fragilidade económica”, agravada pela “precariedade das condições de treino, promovida por uma SAD que foi forçada a mudar-se do local e cidade a que pertence”.

Desta forma, o sindicato deixou um apelo à FPF, que tem sob a sua alçada a organização das competições não-profissionais, como é o caso do Campeonato de Portugal, no qual alinha a equipa gerida pela SAD do Fátima.

“Face ao exposto, o SJPF não deixará de apoiar nenhum jogador no que necessite, mas exigirá do organizador da competição uma solução imediata e drástica, que ponha termo a esta situação que degrada a imagem do futebol português”, vincou o organismo.

A SAD do Fátima compete na série F do Campeonato de Portugal, ocupando atualmente o último lugar, com quatro derrotas no mesmo número de jornadas. Na primeira ronda da prova, chegou mesmo a ser punida com a subtração de três pontos, devido à falta de comparência no jogo com o Caldas.

O Fátima SAD joga atualmente em Vila Chã de Ourique, depois de se ter separado do clube, cuja equipa compete nos campeonatos distritais de Santarém.

Agência Lusa

Agência de Notícias de Portugal

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.