A Zona de Lazer de Boiçô, na freguesia de Várzea dos Cavaleiros, Sertã, acolheu no sábado a sua Summer Party, evento integrado no programa de animação ‘SunSert’ que leva este verão espetáculos e animação a zonas de lazer do concelho. Este domingo, o SunSert decorre a partir das 19h00 com Vértice – Jazz na Praia Fluvial da Ribeira Grande, na Sertã.

O evento de sábado decorreu num espaço aprazível banhado pela Ribeira da Tamolha e contou com a participação de DJs de diversas nacionalidades: Lounge Jazzy Vibes (Portugal), Mathews (Portugal), Guy Fidelity (Reino Unido), Killa (Portugal) e Uto (Bélgica).

A Câmara da Sertã promove a terceira edição do “SunSert” com um total de 50 espetáculos ao longo de todo o verão e fecha o mês de agosto no dia 30, terça-feira, na praia fluvial da Sertã, com os Wakedelics, e no dia 31, quinta-feira, com a atuação de João Bargão na piscina municipal de Cernache do Bonjardim.

“O mês de agosto dá continuidade à animação de verão, no âmbito do SunSert, no concelho da Sertã, e traz consigo uma novidade. Para além da Praia Fluvial da Ribeira Grande, na Sertã, da Piscina Municipal de Cernache do Bonjardim e do Trízio, o SunSert vai estar também presente na Zona de Lazer do Boiçô, na freguesia de Várzea dos Cavaleiros”, explicou, em comunicado, o município.

Segundo a autarquia, a programação selecionada para este mês de agosto apresenta uma considerável diversidade de estilos musicais, agradando a diversos tipos de público, desde Bossa Nova, Pop, Rock, Folk, Blues êxitos dos anos 80 e 90, Orquestra, World Music, Música Clássica e Jazz, entre outros.

O “Sunsert” decorre nos dias e locais agendados, entre as 19:00 e as 20:00.

Mário Rui Fonseca

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.