A componente presencial do curso decorrerá nas instalações do SerQ – Centro de Inovação e Competências da Floresta, na Zona Industrial da Sertã. Foto: CMS

A Sertã vai acolher um Curso de Especialização em Promoção de Estilos de Vida Ativos e Saudáveis em Territórios de Baixa Densidade, sendo ministrado pelos docentes da Universidade de Coimbra. Apoiado pelo PRR, o curso superior decorre de março a julho e está isento do pagamento de propinas. As candidaturas decorrem até dia 10 de fevereiro AQUI .

A componente presencial do curso decorrerá nas instalações do SerQ – Centro de Inovação e Competências da Floresta, na Zona Industrial da Sertã. A iniciativa procura oferecer “formação complementar na área da promoção da atividade física, do exercício físico e da alimentação saudável, a profissionais de territórios de baixa densidade, com experiência em diferentes contextos socioculturais”, lê-se em informação divulgada.

Na sessão de apresentação, Carlos Miranda, presidente da Câmara Municipal da Sertã, descreveu a vasta oferta de ensino existente a vários níveis no concelho da Sertã e o seu relevante papel na região, referindo que possui “uma dinâmica social e económica muito diferente de outros concelhos”, com centralidade e com uma realidade demográfica, apesar das perdas registadas, que o coloca na 4.ª posição do distrito.

Agora, “a Sertã pode também oferecer ensino superior, neste caso com a Universidade de Coimbra”, entidade com a qual o Município da Sertã já colaborava, através do SerQ – Centro de Inovação e Competências da Floresta, sendo um dos parceiros juntamente com o LNEC – Laboratório Nacional de Engenharia Civil.

O autarca referiu que “a Universidade de Coimbra é responsável por muita da investigação e formação que ali se faz”.

O Curso de Especialização em Promoção de Estilos de Vida Ativos e Saudáveis em Territórios de Baixa Densidade decorrerá numa “área de baixa densidade de pessoas mas de alta densidade de natureza” e “é uma oportunidade para tirarmos partido dos nossos recursos naturais”.

“As câmaras municipais, com o seu pessoal técnico, são um dos alvos preferenciais deste curso, mas também a hotelaria, a restauração, empresas de organização de eventos, etc, serão também entidades interessadas no funcionamento deste curso, que vai acrescentar muito mais ao que temos a oferecer na Sertã, pelas qualificações que vai proporcionar a profissionais que já estejam no território ou possam vir para cá.”

A finalizar, Carlos Miranda frisou a disponibilidade e apoio do Município da Sertã a iniciativas da Universidade de Coimbra.

Cristina Albuquerque, vice-reitora da Universidade de Coimbra, afirmou ser um privilégio apresentar este curso na Sertã e aprofundar a relação entre a Universidade de Coimbra e o Município da Sertã.

O curso integra-se no projeto “Living the Future Academy” do financiamento Impulso Jovens STEAM, no âmbito do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR).

O projeto enquadra mais de uma centena de parcerias locais, regionais, nacionais e internacionais. Abrange o território de cinco comunidades intermunicipais, envolvendo o território correspondente a 73 municípios da Região Centro.

A vice-reitora sublinhou o apoio integral concedido ao curso através do PRR, considerando-o “um investimento na promoção do conhecimento”, manifestando a sua total disponibilidade para “vos escutar, iremos fazer fóruns locais com as empresas, com as escolas, com as organizações públicas, do sector social e da saúde, para potenciarmos o projeto e aquilo que ele comporta.”

Cristina Albuquerque manifestou o desejo de que este curso seja o primeiro passo para aprofundar a parceria entre a Universidade de Coimbra e o Município da Sertã.

José Pedro Ferreira, deputado à Assembleia da República e presidente da Assembleia Municipal da Sertã, referiu que este curso vem “proporcionar formação complementar na área da promoção da atividade e exercício físico e alimentação saudável, a um conjunto de profissionais que atuam nos territórios de baixa densidade, tendo experiências em diferentes contextos sócio-culturais que lhes vai proporcionar competências adicionais”.

“Irá desenvolver e reforçar competências profissionais e alavancar um conjunto de iniciativas da economia local que possam ser geradoras de novos projetos e riqueza para a região”, concluiu.

Vasco Vaz, Diretor da Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física da Universidade de Coimbra, referiu que a faculdade “abraçou com tudo o que tem” para a realização deste curso.

“A nossa missão é trazer a ciência e o ensino a zonas que estão longe”, prevendo-se mais iniciativas e parcerias noutros âmbitos. “A Sertã tem natureza, tem ambiente, tem tudo o que necessitamos para aquilo que chamamos de vida ativa e de atividades saudáveis.”

Beatriz Gomes, Sub-Diretora da Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física da Universidade de Coimbra, considera “um privilégio fazer a coordenação e a ligação entre a CCDEF –UC e o Município da Sertã, e juntamente com os professores da faculdade, dinamizar este curso de especialização em colaboração com o Município. Referiu que o curso é “dirigido a licenciados, fundamentalmente das áreas das Ciências do Desporto e da Educação Física e de áreas correlatas”.

Beatriz Gomes, Sub-Diretora da Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física da Universidade de Coimbra. Foto: CMS

O curso terá a duração de um semestre, em horário pós-laboral, à sexta-feira e sábado, e terá funcionamento também em b-learning. A parte presencial decorrerá na vila da Sertã, no SerQ, havendo um conjunto de atividades que decorrerá no exterior, em diferentes espaços da vila.

O curso é composto por seis unidades curriculares: Políticas de desenvolvimento e de saúde em territórios de baixa densidade; Estilos de vida, comportamentos sustentáveis e alimentação saudável; Sedentarismo e atividade física na saúde e no bem-estar; Dinâmicas de intervenção local numa perspetiva inclusiva; Atividade Física e Exercício em Ambientes Naturais e Projeto de Intervenção comunitária.

A componente presencial do curso decorrerá nas instalações do SerQ – Centro de Inovação e Competências da Floresta, na Zona Industrial da Sertã. Foto: CMS

Os interessados poderão obter mais informações e candidatar-se AQUI.

Jéssica Filipe

Atualmente a frequentar o Mestrado em Jornalismo na Universidade da Beira Interior. Apaixonada pelas letras e pela escrita, cedo descobri no Jornalismo a minha grande paixão.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *