Mural na sede do Agrupamento de Escolas de Sardoal da autoria de Pitanga. Créditos: CMS

O mural na sede do Agrupamento de Escolas de Sardoal da autoria de Pitanga, cuja temática aborda Gil Vicente, está concluído. O muro foi pintado no âmbito de uma residência artística do projeto Caminhos Literários que explora os territórios ligados a António Botto, Camões e Gil Vicente.

Pitanga (Joana Rodrigues) é um dos nomes mais reconhecidos na sua área. Trata-se de uma artista portuguesa, “guiada pelos meus sentidos e inspirada por uma exploração inquieta para encontrar formas alternativas de expressar os meus sentimentos, através da forma e da cor”, refere a artista.

“A minha arte é feita de um mundo imaginário brilhante, colorido e feliz. É feito de forma muito intuitiva e é a forma que encontrei de vibrar no momento presente. É um convite à reflexão, à integração com a pintura e à perceção da unidade. Minha intenção é construir uma relação pessoal e única entre nós, com amor”, afirma Pitanga.

Paula Mourato

A sua formação é jurídica mas, por sorte, o jornalismo caiu-lhe no colo há mais de 20 anos e nunca mais o largou. É normal ser do contra, talvez também por isso tenha um caminho feito ao contrário: iniciação no nacional, quem sabe terminar no regional. Começou na rádio TSF, depois passou para o Diário de Notícias, uma década mais tarde apostou na economia de Macau como ponte de Portugal para a China. Após uma vida inteira na capital, regressou em 2015 a Abrantes. Gosta de viver no campo, quer para a filha a qualidade de vida da ruralidade e se for possível dedicar-se a contar histórias.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.