'O Baile, de Aldara Bizarro, sobe hoje ao palco do Centro Cultural Gil Vicente. Foto: Orlando Almeida/Global Imagens


“O Baile”, de Aldara Bizarro, sobe ao palco do Centro Cultural Gil Vicente, em Sardoal, este sábado, 20 de agosto, pelas 21h30. O espetáculo, de entrada livre, tem como princípio a integração da comunidade, recriando os bailes de aldeia e as suas particularidades.

“O Baile” é um projeto de dança que parte do filme “O Baile” (1983), dirigido pela Ettore Scola, que integra participantes da comunidade que juntamente com uma equipa de bailarinos e músicos profissionais se encarregam da interpretação do espetáculo nos campos da música e da dança.

Tal como na peça original, “os participantes do projeto recriam um baile, dançando, tocando e falando da sua vida, descrevendo-a, muitas vezes, com muito humor.

A iniciativa integra os Caminhos das Pessoas, que se realiza no âmbito da Programação Cultural em Rede da Comunidade Intermunicipal do Médio Tejo.

Mário Rui Fonseca

A experiência de trabalho nas rádios locais despertaram-no para a importância do exercício de um jornalismo de proximidade, qual espírito irrequieto que se apazigua ao dar voz às histórias das gentes, a dar conta dos seus receios e derrotas, mas também das suas alegrias e vitórias. A vida tem outro sentido a ver e a perguntar, a querer saber, ouvir e informar, levando o microfone até ao último habitante da aldeia que resiste.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.